Falso costureiro diz a menina que vai mostrar roupas e a estupra

Falso costureiro diz a menina que vai mostrar roupas e a estupra

Ele acabou sendo preso em Uberlândia.

A Polícia Civil (PC) de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, prendeu na manhã desta quinta-feira (16), o homem suspeito de estuprar uma criança, em abril deste ano.

A polícia estava fazendo uma investigação de homicídio quando encontrou o carro usado no dia do crime.

O dono do carro, Wendel Rodovaldo Duarte, de 31 anos, foi preso por volta das 7h, em casa no bairro Minas Gerais.

A criança e o irmão fizeram o reconhecimento do suspeito por fotos e pessoalmente.

O suspeito foi apresentado na manhã de hoje e pode pegar pena de 8 a 15 anos de prisão.

De acordo com a PC o homem usava as mesmas roupas do dia do estupro.

O estupro ocorreu na manhã do dia 15, por volta das 9h30, no bairro Pacaembu.

A menina de 9 anos caminhava até uma mercearia do bairro junto com o irmão de 10 anos, quando foi abordada por um homem que disse ser costureiro.

O estranho disse que a mãe dela havia pedido que ele fizesse algumas roupas para ela e que tais peças estariam com ele.

O tarado convenceu a menina a entrar no carro pois a levaria para experimentar as roupas.

Quando a criança entrou no veículo o motorista transitou por algumas ruas, estacionou próximo a um terreno na rua 21 de abril, e começou a acariciar a garota.

O falso costureiro teria introduzido o dedo nas partes íntimas da vítima que foi abandonada minutos depois no mesmo local em que foi abordada por ele.

Uma câmera de segurança de uma casa do bairro filmou o momento em que o carro passava por uma das ruas e as imagens foram divulgadas pela imprensa na tentativa de auxiliar para a prisão do suspeito.

Na ocasião ele trajava calça preta, camisa branca e sapatos pretos sociais.

Uma mancha branca na parte traseira do carro foi divulgada pela polícia também na tentativa de prender o homem.

Fonte: R7, www.r7.com