Família fica chocada ao ver corpo de rato boiando em garrafa de Coca-Cola; querem indenização

Família fica chocada ao ver corpo de rato boiando em garrafa de Coca-Cola; querem indenização

Jovem quase bebeu o líquido antes de ver o animal boiando.

Uma família do Distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, no litoral de São Paulo, levou um susto ao encontrar um rato boiando dentro de uma garrafa de dois litros de Coca-Cola. O incidente ocorreu em setembro, mas somente nesta sexta-feira (18) uma reunião foi realizada para tentar solucionar o caso.

O estudante Lucas Costa da Silva Rodrigues conta que abriu a garrafa, que estava lacrada, colocou o líquido no copo e, quando foi beber, teve a surpresa. "Eu ia beber antes de ver. Se não olho dentro da garrafa, eu e a minha família podíamos ter morrido ao beber o refrigerante com um rato dentro", conta.

A família explica que durante a audiência de conciliação, que aconteceu no escritório do Procon na cidade, o representante da FEMSA, responsável pela marca, não tomou as devidas providências, informando que seria impossível o animal ter aparecido na garrafa durante o processo de fabricação. "Ele disse que a única coisa que podia fazer por nós era dar outra garrafa de refrigerante, e isso eu não quero. Além disso, eu e minha família fomos tratados com descaso", afirma Lucas.

O diretor do Procon de Guarujá, Alexandre Cardoso, conta que, na audiência, nada foi esclarecido para a família. "O representante deu a entender que tinha sido o consumidor que colocou o animal dentro da garrafa. A família não aceitou a resposta e não houve acordo", diz. Alexandre afirma que o caso será levado à Justiça.

Cardoso informa ainda que notificou o estabelecimento onde o produto foi adquirido para retirar o lote da prateleira, enquanto os fatos são apurados. "Comunicamos também a Vigilância Sanitária, que foi até o mercado e recolheu algumas garrafas, para levá-las à perícia. O Ministério Público também foi informado para tomar as devidas providências", diz.

Mesmo com as acusações, Alexandre afirma que não tem certeza de quem seria o responsável pelo incidente. "Nós ainda estamos apurando para chegar à conclusão. Cabe ao Procon fazer uma perícia na garrafa para constatar em que momento e onde o animal caiu no recipiente, para finalmente chegarmos ao culpado", finaliza.

Outro lado

Por meio de nota, a FEMSA Brasil informa que segue os mais rigorosos padrões de qualidade, segurança e integridade na fabricação das bebidas. A empresa afirma que as linhas de produção das fábricas da companhia possuem uma série de procedimentos de inspeção, com equipamentos eletrônicos que asseguram a qualidade das bebidas.

Sobre o caso relatado pelo consumidor, a FEMSA informa que não há registro no SAC da empresa, e que durante o encontro entre as partes no Procon, nesta sexta-feira, a companhia ofereceu a troca do produto por mera liberalidade, já que não teve oportunidade de realizar a análise técnica do produto, que está aberto. A medida não foi aceita, ficando prejudicada qualquer avaliação detalhada sobre o fato narrado.

A FEMSA Brasil reafirmou seu compromisso com a qualidade e com o bem estar de seus consumidores, estando sempre à disposição para substituir os produtos, nas hipóteses determinadas pelo Código de Defesa do Consumidor.


Família fica chocada ao ver corpo de rato boiando em garrafa de Coca-Cola

Família fica chocada ao ver corpo de rato boiando em garrafa de Coca-Cola

Família fica chocada ao ver corpo de rato boiando em garrafa de Coca-Cola

Fonte: G1