Família recebe corpo de homem sepultado de forma clandestina no PI

Ele havia sido sepultado de forma clandestina no cemitério São José

Os restos mortais de José Francisco do Nascimento, mais conhecido por “Zezinho”, morto há aproximadamente dois meses, em Altos foram entregues à família no final da tarde desta quinta-feira (25). Segundo a polícia, ele havia sido sepultado de forma clandestina no cemitério São José, no centro do município, no início do mês de Abril. Para tanto, em razão da ilegalidade, pouco depois o IML precisou fazer a remoção do corpo.

Image title


Dona Gonçala, mãe do rapaz, explicou Família recebe corpo de homem sepultado de forma clandestina no Piauíque após receber um chamado da polícia esteve no IML de Teresina na tarde de hoje, para que a instituição pudesse liberar o corpo. “Chegando lá, prestei alguns esclarecimentos e finalmente o corpo foi liberado. Através das informações que repassei, inclusive com fotos, eles chegaram a conclusão que a ossada realmente era do meu filho”, explicou Dona Gonçala.

Já no início da noite os restos mortais foram deixados por um agente de polícia na entrada do cemitério São José, em Altos. A ação foi recebida com espécie por populares, contudo, segundo o chefe de investigação do 14º DP, Eduardo Conrado, o procedimento foi acordado com a própria mãe de Zezinho. “Como forma de ajudar os familiares, de fato, fizemos o translado, embora não tivéssemos esta obrigação. Feita a entrega do corpo, a responsabilidade do sepultamente é da família”, detalhou.

Conrado também observou que a polícia continua com as investigações a cerca da morte de Zezinho. “O inquérito policial está em andamento. Reitero, inclusive, que as investigações sobre os últimos homicídios ou tentativas já estão bastante avançadas”, destacou.

Fonte: Com informações do Portal Altos