Familiares de morto por leptospirose invadem hospital com caixão para protesto

Familiares de morto por leptospirose invadem hospital com caixão para protesto

Unidade de saúde informou que paciente evadiu-se no 1º atendimento.

Familiares do jovem de 23 anos que morreu na madrugada desta sexta-feira (14), em Salvador, vítima de leptospirose , invadiram o Hospital do Subúrbio no turno da tarde, antes do velório, carregando o caixão com o corpo do rapaz em protesto pela sua morte.

De acordo com David de Santana, pai da vítima, eles foram até a unidade de saúde para reclamar de descaso do hospital, durante os primeiros atendimentos. O corpo foi enterrado por volta das 17h na capital baiana. "O que estamos levando em conta é o fato de todo esse descaso no Hospital do Subúrbio. Todo mundo que vai para lá é detectado com virose. Eles só querem atender emergência, com tiro e facada. Quando você chega lá com dor no corpo, eles dizem que é virose", relatouCristiane Santos, prima da vítima.

Segundo o Hospital do Subúrbio, "o paciente deu entrada na unidade hospitalar no dia 10/9/12 e, sem aguardar atendimento médico, evadiu-se. No dia 11/9/12, às 13h45, retornou ao HS com queixa de dor lombar após queda. Foi atendido pelo neurocirurgião, realizou exames de imagem, foi medicado e permaneceu em observação até às 22h14, quando recebeu alta por melhora. O paciente também recebeu as informações para os cuidados necessários", informou a unidade de saúde em nota enviada à imprensa.

O caso

Cristiane Santos, prima da vítima, afirma que o rapaz caiu no canal poluído do Rio Vale do Paraguari, no bairro de Periperi, há 10 dias. "Ele caiu e foi para casa, tomou banho e não sentiu nada. Só na segunda-feira (10) ele começou a sentir dores e ficou com febre. Levamos ele no hospital do Subúrbio e disseram que era virose. Medicaram e mandaram para casa", disse.

Ela conta que, como a febre voltou e ele já vomitava sangue, eles retornaram ao mesmo hospital e dessa vez o encaminharam para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). "Lá eles disseram que era um problema de coluna e nos encaminharam novamente para o hospital do Subúrbio. Lá, eles resolveram fazer um exame de sangue, foi quando detectaram a doença. Por fim, transferiram ele para o hospital Couto Maia, onde ele veio a falecer".

Segundo informações da Sesab, de janeiro a abril de 2012 foram registrados 26 casos de leptospirose no estado, com duas mortes. Uma em Salvador e outra em Candeias.

Fonte: G1