Famílias serão transferidas para a construção da Ponte da Gil Martins

Márcia destaca que 16 famílias participaram da reunião. "Dessas, 13 concordaram com a transferência e outras 3 preferiram receber indenização pela mudança", afirma

A superintendente da SDU Sudeste, Márcia Santos, e o superintendente executivo, Weldon Alves, participaram de reunião na manhã de quarta-feira (11) na Associação dos Moradores da Vila da Guia, com 16 famílias da região, que devem ser retiradas do local devido à construção dos acessos da Ponte Ancelmo Dias (Gil Martins), que ligará a zona Sudeste à zona Sul da cidade.

Durante o encontro, a superintendente apresentou a primeira proposta de transferência das famílias para um terreno que fica localizado na BR-343. "O contrato da obra da ponte vai até o final do ano. Até lá temos que resolver a situação dessas famílias", diz Márcia Santos.

Márcia destaca que 16 famílias participaram da reunião. "Dessas, 13 concordaram com a transferência e outras 3 preferiram receber indenização pela mudança", afirma.

A Ponte da Gil Martins é considerada uma importante intervenção na área de mobilidade urbana porque ligará a zona Sudeste à zona Sul. A obra é complementada ainda com uma ligação à zona Leste por meio do prolongamento da Avenida Cajuína, que também já está incluída no projeto executivo das obras.

Nas obras estão sendo investidos aproximadamente R$ 67 milhões, com recursos garantidos pelo PAC Mobilidade. A ponte terá extensão de 320 metros e quatro pistas, que interligarão a Avenida José Francisco de Almeida Freitas Neto (a Avenida Principal do Dirceu) à Cajuína e à Gil Martins. A previsão é de que todas as intervenções estejam concluídas em novembro deste ano.

Fonte: Jornal Meio Norte