Famílias trocam almoço em casa por restaurantes na manhã de Natal

A família de Paloma Ferreira é uma dessas que escolhem um restaurante para ir.

A ceia de Natal é uma festa familiar que preza pela confraternização entre os membros da família, que se reúnem e aproveitam os sentimentos natalinos para fazer uma refeição juntos. Depois da ceia, normalmente servida à meia- noite entre os dias 24 e 25, o almoço do dia 25 também faz parte do “calendário familiar natalino”. No entanto, muitas famílias fogem do tradicionalismo nesse dia.

Para não ter que dobrar o expediente na cozinha, muitos dos almoços são feitos em restaurantes no lugar da tradicional reunião na casa de algum dos familiares. A família de Paloma Ferreira é uma dessas que escolhem um restaurante para ir.

Segundo Paloma, a escolha é pela comodidade: “Você já vem de uma noite longa, que normalmente a gente estica até a madrugada, aí, para não ter que acordar cedo no outro dia e preparar o almoço, preferimos ir a um restaurante. Além disso, o cardápio foge do peru de Natal e do arroz com passas,” contou sorrindo.

A mãe de Paloma, Josi Ferreira, aprova a mudança: “O espírito de Natal permanece com a gente, mesmo que não façamos as refeições em casa. O que importa é estarmos reunidos e felizes com a data. Melhor do que ter algum estresse com um arroz queimado ou carne que fugiu do ponto,” contou.

Com a presença dessas famílias, alguns restaurantes que pensavam em fechar suas portas desistiram da ideia, como conta Danilo Moreira, gerente de um dos restaurantes de Teresina: “Dia 25 geralmente nós tínhamos uma movimentação menor, porque as pessoas preferiam ficar mesmo em casa. Então nós pensávamos em fechar nesse dia e dar essa folga aos nossos funcionários, mas com essa mudança na escolha das famílias, abrimos as portas e esperamos receber muitos deles”.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa