Ferrari e Brasil puxam lucro da Fiat para cima no primeiro tri

A atuação da fabricante italiana superou as expectativas de analistas financeiros que esperavam lucros em torno de 240 milhões de euros.

Carsale ? A Ferrari e a demanda por carros da Fiat no mercado brasileiro foram apontados como os principais fatores para o crescimento de 9,1% no lucro operacional - antes da incidência de impostos e encargos embutidos de juros - obtido pela Fiat SpA, durante o primeiro trimestre deste ano. De acordo com a filial européia da agência Automotive News, a Fiat obteve um lucro de 251 milhões de euros no período, ou 21 milhões de euros a mais que o montante alcançado nos primeiros três meses de 2010. A atuação da fabricante italiana superou as expectativas de analistas financeiros que esperavam lucros em torno de 240 milhões de euros.

O bom desempenho da marca no País acabou compensando a queda da participação da Fiat no mercado europeu, que regrediu de 8,7% para 7,2%. Por aqui, a montadora detém atualmente 22,6% do volume total de emplacamentos. Na Europa, por sua vez, as vendas de veículos da Fiat caíram cerca de 20% em março, segundo a Associação Européia de Fabricantes de Automóveis. A Ferrari, por sua vez, celebrou a entrega de 1.691 esportivos no mundo, de janeiro a março, o que representa uma evolução de 6,7%, em comparação ao mesmo período do ano passado. Os resultados obtidos pela Fiat no trimestre refletiram no valor negociado das ações da empresa, que cresceram 5,49%, alcançando pico de 6,63 euros. Atualmente elas estão sendo negociadas por 6,57 euros, ou alta de 4,61%.



Fonte: UOL