Festa particular é encerrada após protesto em Santa Maria

A realização de uma festa particular na madrugada deste domingo revoltou algumas pessoas

A realização de uma festa particular na madrugada deste domingo revoltou algumas pessoas que participaram da vigília em memórias das vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, onde 237 pessoas morreram há uma semana. Indignado, o pai de uma das vítimas teria convocado um protesto e acionado a Brigada Militar (BM) por volta das 3h40.


Festa particular é encerrada após protesto em Santa Maria

Cerca de 25 pessoas se reuniram em frente à Associação Italiana de Santa Maria, onde acontecia uma celebração "como uma festa de formatura", de acordo com a Brigada Militar. A comemoração- com música alta - teria irritado parentes e amigos das vítimas, que entenderam a festa como um desrespeito ao luto oficial de 30 dias em vigor na cidade.

"A festa gerou uma certa animosidade porque as pessoas estão sensibilizadas. Foi tudo administrado dentro da conversa, da boa relação", garantiu o major Paulo Antônio Flores Oliveira, comandante interino do 1º Regimento de Polícia Montada (RPMon).

A polícia entendeu que não havia infração e chegou a um consenso com os participantes. A festa foi encerrada por volta das 5h, depois de serem checados os alvarás de funcionamento da casa, que passou ainda por uma fiscalização do Corpo de Bombeiros. A vistoria não detectou qualquer irregularidade, de acordo com a BM.

Fonte: Terra, www.terra.com.br