Festival queima touro vivo para entreter plateia e choca ativista

Festival queima touro vivo para entreter plateia e choca ativista

Festival na Espanha queima touro para entretenimento da plateia e choca ativistas

Cerca de 1.500 pessoas viajaram à vila de Medinaceli, ao nordeste de Madri, na Espanha, para assistir ao Bull Toro Jubilo. O festival, que acontece na região há quatro séculos, é famoso por queimar em público um touro jovem.

Para provar sua bravura, os homens selecionados para participar do espetáculo devem atormentar o animal enquanto ele queima. Na última edição do evento, que aconteceu esta semana, Liebro, um touro de apenas três anos, foi quem sofreu as queimaduras.

Após 45 minutos de tortura e com os chifres em chamas, Liebro, quase sem ar, foi levado aos bastidores da festa para ser abatido. A carne do animal é entregue aos participantes, como prova de sua coragem.

Chocados com a brutal agressão ao bicho, ativistas da Espanha e da Grã-Bretanha pedem o fim do Bull Toro Jubilo. ?Um povo não deve usar animais para seu entretenimento. Muito menos usar a cultura como descupla para cometer tal crueldade?, disse o veterinário Mark Jones ao jornal Daily Mail desta terça-feira (13-11).

Fonte: Globo.com