FGV planeja com Seduc ações para melhorar educação do Piauí

Seduc realiza ações para melhorar educação

A secretária de estado da Educação, Rejane Dias, recebeu os coordenadores de projetos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para iniciar uma parceria em parte das ações estratégicas da Seduc para os próximos anos. O objetivo é melhorar os índices educacionais do Piauí por meio de uma melhor gestão da rede de ensino do Estado.

A FGV vai planejar e acompanhar ações na área de ensino e obras, compreendendo principalmente o ordenamento da rede de ensino, o programa de premiação para professores e diretores e o monitoramento de obras estratégicas para a Educação. Os coordenadores da FGV, Luiz Becker e Fernando Vasconcelos, discutiram esta semana com a secretária Rejane Dias as primeiras ações para dar início ao planejamento.

“A Fundação Getúlio Vargas irá analisar diversos dados fornecidos pela Secretaria e gestões das escolas para entender as carências e elaborar o plano de intervenções para curto, médio e longo prazo para as áreas onde irão atuar. O plano deve trazer o diagnóstico e quais os procedimentos que devemos tomar para atingir nossos objetivos”, destacou a secretária da Educação, Rejane Dias.

Segundo o coordenador de Educação da FGV, Luiz Becker, a parceria planeja elevar e melhorar a educação desenvolvendo um olhar pedagógico e financeiro cuidadoso. “Estivemos em alguns outros momentos apresentando, em nome da Fundação Getúlio Vargas, onde iniciamos uma parceria com o Governo do Estado em diversas frentes.

Já temos informações avançadas, levantadas para que a Fundação planeje ações que resultem, ao longo desse mandato, em melhores efeitos para a educação do Estado”, declara o coordenador.

Foram debatidos metodologias e diagnósticos de ações para solucionar situações nas escolas com acompanhamento em finanças, projetos de obras, administração e estrutura em conjunto da Secretaria de Educação.

A Seduc está trabalhando em um sistema de levantamento situacional de ações, avaliação e gerências para efetivamente monitorar cada frente e melhorar a educação estadual.

Fonte: Ananias Ribeiro - Jornal MN