Fígado de Júnior Araújo vai para Bahia e córneas e rins ficam no PI

O coordenador afirmou que o fígado foi enviado às 07h em voo.

Cinco pessoas se beneficiarão com os órgãos doados pela família do fotógrafo Francisco das Chagas Júnior, o ‘Júnior Araújo’, morto na quarta-feira no HUT (Hospital de Urgência de Teresina) em consequência de um acidente de trânsito onde também morreu o seu irmão Bruno Queiroz.

A equipe de retirada múltipla de órgãos do HGV (Hospital Getúlio Vargas) coordenada pelo cirurgião de intestino, Wellington Figueiredo e também formado pelo cirurgião de intestino Luis Carlos Carvalho a residente em cirurgia Mayara Magry Andrade da Silva e o acadêmico de medicina Robert David de Araújo Lial iniciaram o trabalho às 03h desta sexta-feira (01) e concluíram às 06h quando retiraram o fígado, duas córneas e os rins de Júnior Araújo, criador do coletivo ‘Salve Rainha’.

O coordenador afirmou que o fígado foi enviado às 07h em um voo comercial para a Bahia onde será recebido por um paciente que está na fila nacional de transplante de órgãos, e as córneas e os rins ficaram em Teresina onde serão recebidos por quatro pacientes piauienses.

Júnior Araújo (Crédito: Reprodução)
Júnior Araújo (Crédito: Reprodução)

Wellington Figueiredo afirmou que o trabalho foi feito com envolvimento de toda equipe do HUT, da Organização Panamericana de Saúde (OPAS) e também pela comissão intrahospitalar de doação de órgãos e pesquisas que faz todo o trabalho de logística, desde a documentação da morte encefálica, entrevista com a família, averiguação da retirada dos órgãos, e acompanha os órgãos ofertados para o cadastro nacional de distribuição.

Segundo ele, como em Teresina não é feito o transplante de fígado, o órgão de Júnior Araújo foi ofertado para o paciente da Bahia, ele foi acondicionado e levado em um voo para o Estado.

“O processo de retirada dos órgãos é uma cirurgia que demora três horas, quando você tem harmonia e toda equipe treinada e habilitada o procedimento é de forma tranquila, foi um trabalho feito às 03h da manhã por uma equipe motivada. A cirurgia foi iniciada às 03h30 e concluída às 06h, o procedimento foi feito por quatro médicos”, declarou Wellington Figueiredo.

O cirurgião de intestino Luis Carlos Carvalho disse que a captação dos órgãos foi feita de forma técnica. Ele disse que Júnior Araújo apresentava um hematoma próximo aos rins, mas os órgãos estavam em bom estado podendo ser bem recebido pelos receptores.

Segundo ele, havia suspeita de que uma córnea estava avariada, mas no final viram que estava em boas condições. O corpo de Junior vai ser levado para a funerária na manhã desta sexta-feira (01) e em seguida encaminhado para velório no Clube dos Diários, no Centro de Teresina.

 (Crédito: Efrem Ribeiro)
(Crédito: Efrem Ribeiro)



 (Crédito: Efrem Ribeiro)
(Crédito: Efrem Ribeiro)
Fonte: Efrém Ribeiro