Filho de mulher que destruiu imagem a golpes de enxada queria arcar com prejuízo

magem da igreja católica de Belo Oriente será recuperada no local. Filha afirma que a mulher sofre de depressão profunda.

A imagem de Nossa Senhora da Piedade, parcialmente destruída nesta quarta-feira (25) após uma mulher atingí-la com golpes de enxada em frente a uma igreja da cidade de Belo Oriente, será restaurada, segundo o padre Luiz Carlos Macedo.


Maria das Graças Soares, 48 anos, foi presa em flagrante e encaminhada à delegacia. Ela foi ouvida, assinou o Termo Circunstancial de Ocorrência, e responderá ao processo em liberdade. A pena para o crime de dano ao patrimônio público e destruição de imagem sacra é detenção de um a seis meses ou multa. O caso é investigado pela Polícia Civil. (Veja vídeo)

Segundo o padre Luiz Carlos Macedo, o filho de Maria das Graças procurou a paróquia em nome da família e se dispôs a arcar com os prejuízos. No entanto, a instituição não aceitou. Ainda de acordo com ele, a restauração está sendo feita pelo ferroviário e Ministro da Eucaristia João Batista Moreira desde a tarde dessa quarta-feira (26).

João Batista diz que tem habilidades para mexer com concreto e ferro, materiais que compõem a imagem. “Fico feliz porque o padre confiou a mim esse trabalho de restauração da santa. Estou contando com a ajuda do meu cunhado para conseguir entregar o trabalho para a comunidade até o próximo sábado (28)”, destacou.

A filha de Maria das Graças, Deisiane Soares Bragança, de 27 anos, disse  que a mãe sofre de depressão profunda e não estava normal quando tentou destruir a imagem.

“Minha mãe vive tomando remédios. Se ficar sem a medicação, comete loucuras. Dessa vez pegou a gente de surpresa. Às vezes ela acredita que está curada, para de tomar a medicação e acontece isso. Ela já ficou internada, mas só fica normal com os remédios”, afirmou.

Segundo Deisiane, horas depois do incidente, Maria das Graças precisou ser hospitalizada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ipatinga, e, após ser liberada, não se lembrava do ato.

Maria das Graças é casada há 30 anos e vive sob os cuidados do marido, Manoel Bragança Neto.

O portal procurou o médico psiquiatra que atende Maria das Graças. Ele confirmou que a mulher é sua paciente, mas não quis comentar o assunto.

Fonte: G1