Fiscalização e educação serão intensificadas em cidades do interior do Estado

Teresina, Floriano, Oeiras, Campo Maior e São Raimundo Nonato também integram a lista.


Um planejamento de trânsito e tráfego está sendo realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), nas cidades de Valença e Picos. Os dois municípios foram apontados por uma pesquisa nacional como as cidades do Estado que registram alto índice de acidentes de trânsito com vítimas fatais. Teresina, Floriano, Oeiras, Campo Maior e São Raimundo Nonato também integram a lista.

De acordo com o diretor-geral do departamento, Arão Lobão, a diretoria de Engenharia e Tráfego do órgão já está visitando as cidades, realizando um levantamento das necessidades de cada município para proceder às alterações de trânsito, como sinalização vertical. Cidades como Pedro II, que aglomeram muitas pessoas, gerando grande fluxo de veículos por ocasião do Festival de Inverno, também terão reforço no trânsito.

“Estamos planejando ações em todo o Piauí iniciando pelas cidades que têm maior número de acidentes com vítimas fatais no Estado. O objetivo do Governo do Estado é a redução de acidentes, colaborando assim com um trânsito seguro. A implementação das sinalizações e regulamentação do trânsito nas cidades começarão ainda no primeiro semestre deste ano”, garante o diretor.

Uma parceria entre a Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTran), Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e Escola Piauiense de Trânsito vai garantir ações de educação e fiscalização nos municípios. “De forma harmônica, ações educativas e de fiscalização serão realizadas, tudo com o intuito de conscientizar e sensibilizar a população da necessidade da importância de se usar os itens de segurança e estar com os documentos regulares, possibilitando um trânsito mais seguro”, pontua Arão Lobão.

Cada cidade terá uma equipe permanente para dar continuidade às atividades educativas e de fiscalização. Um aliado importante durante as ações será o Ministério Público, pela credibilidade e a capilaridade que dispõe em todo o Piauí. “Essas ações serão pontuais e deixaremos em cada cidade uma equipe para depois da ação continuar prestando os mesmos serviços de forma rotineira”, salienta.

Fonte: DETRAN-PI