Fórum reúne 70 coordenadores de Pontos de Cultura piauienses

O encontro aconteceu na Obra Kolping

Representantes de 70 Pontos de Cultura – dos 80 distribuídos pelo Piauí – participaram, no sábado (23) e domingo (24), do Fórum Estadual de Pontos de Cultura. O encontro aconteceu na Obra Kolping, zona Sudeste de Teresina, e é uma realização da Secretaria Estadual de Cultura, através do Programa Cultura Viva.

“No Fórum tiramos uma Comissão Estadual dos Pontos de Cultura, bem como elegemos aqueles que vão representar o Piauí no Conselho Nacional e na teia nacional, que acontece em novembro, na Bahia”, explica o coordenador estadual do Programa Cultura Viva, Roberto Sabóia.

O representante do Ministério da Cultura no Nordeste, Lúcio Rodrigues, abriu as discussões. “Estamos vivendo um momento especial. O Piauí está realizando seu Fórum Estadual para eleger os delegados que irão participar da teia nacional. Vamos ampliar o número de participantes nesse grande evento, que deve reunir mais de 5 mil pessoas de todo o país. O Estado do Piauí está inovando na cultura, com pessoas comprometidas. É muito bom poder acompanhar esse desenvolvimento”, diz Lúcio Rodrigues.

Ele cita ainda a diversidade cultural explorada em cada Ponto de Cultura do Estado e diz que essas riquezas devem ser destaque no Circuito Cultura Viva. O encontro também é uma de fortalecer a Rede Estadual dos Pontos de Cultura, ao permitir a troca de experiências entre os coordenadores presentes. A discussão sobre regimento interno e prestação de contas também estavam entre os temas abordados.

O coordenanador do Ponto de Cultura Culturart, de São Raimundo Nonato, Agnaldo Ribeiro, estava entre os participantes do Fórum. “O Ponto existe desde 2009, mas o grupo já atuava com atividades de música, teatro e cultura popular. Com os recursos federais, ampliamos as atividades. Estamos atendendo cerca de 400 crianças e adolescentes de 6 aos 18 anos. O resultado vem sendo muito satisfatório”, justifica.

Agnaldo fala ainda da importância em participar do Fórum. “Aqui definimos as políticas culturais dos próximos dois anos, como também fortalecemos a rede e unimos os grupos. É bom saber o que cada um está fazendo no Estado”, diz.

O diretor administrativo da Secretaria Estadual de Cultura, Alaim Sansão, representou o secretário Fábio Novo durante o evento. Ele ressaltou a importância do programa para a Secult e as ações que vem sendo feitas para dar continuidade às ações. Ainda no ano passado, a Secult iniciou um mapeamento dos Pontos de Cultura do Estado. O objetivo é dar todo o suporte técnico necessário para garantir a prestação de contas e, assim, garantir o repasse de recursos federais para os Pontos, que desenvolvem atividades em todo o Estado. 

Fonte: Com informações da Ascom