Fundação Nossa Senhora da Paz realiza ações junto à sociedade

Através de vários projetos sociais, a Fundação Nossa Senhora da Paz conseguiu proporcionar uma qualidade de vida melhor para milhares de famílias.

Jovens dentro das salas de aula, fora do mundo das drogas e da ociosidade que pode levar para o crime. Com esse objetivo, através de vários projetos sociais, a Fundação Nossa Senhora da Paz conseguiu proporcionar uma qualidade de vida melhor para milhares de famílias da Vila da Paz, na zona Sul da cidade.

O cenário de extrema pobreza e precariedade das condições de saneamento deram lugar a uma vila mais bem estruturada, com oportunidades para seus moradores crescerem dentro do próprio espaço.

As atividades, que iniciaram com a creche trabalhando com 320 crianças, hoje dão lugar a cinco escolas e um verdadeiro complexo onde mais de 4 mil jovens e dezenas de idosos participam de um grande e integrado trabalho de conscientização, educação e construção de uma sociedade mais digna.

E o maior resultado de todo esse trabalho é o reconhecimento. Uma sala da entidade acumula dezenas de títulos, desde olimpíadas que alunos participam, a homenagens pelo sucesso do trabalho junto à comunidade.

E não só a nível municipal e estadual. A Fundação também já recebeu prêmios nacionais pelo destaque das ações sociais. Este ano, a Fundação foi indicada ao Prêmio Darcy Ribeiro de Educação e está entre as 18 instituições e pessoas de todo o país que concorrem ao prêmio do Instituto Brasileiro de Museus.

A premiação consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga de medalha com a efígie de Darcy Ribeiro a três pessoas físicas ou jurídicas, escolhidas entre aquelas indicadas por membros do Congresso Nacional, cujos trabalhos ou ações mereceram especial destaque na defesa e promoção da educação brasileira, a fim de concorrerem ao Prêmio Darcy Ribeiro de Educação . A escolha dos premiados será feita em setembro na Câmara Federal.

Para Antônia Rodrigues da Silva, presidente da Fundação Nossa Senhora da Paz, receber um prêmio como esse é, na realidade, o maior reconhecimento por um trabalho conjunto feito para a comunidade. ?Todo esse projeto nós devemos ao padre Pedro Balzi.

Ele quem deu todas as condições para que fosse realizado o trabalho. Esses títulos que nós recebemos são muito recompensadores e uma responsabilidade a mais: Continuar trabalhando?, conta Antônia.

Fundação realiza ações junto à sociedade

Além das diversas atividades escolares, a Fundação Nossa Senhora da Paz também realiza vários projetos paralelos junto à comunidade. Um exemplo é a Corrente da Alegria que, durante a noite, dá lugar para o lazer das famílias da comunidade.

A programação acontece de domingo a domingo e consegue atrair centenas de pais, mães e crianças ao espaço para aprender com jogos educativos e apreciar apresentações culturais.

Para os idosos, atividades como arte e capoterapia atraem muitas senhoras acima dos 50 anos. Foi o caso de Maria José da Silva. Aos 66 anos, ela adora praticar capoeira junto com as colegas de turma e faz questão de dizer tudo que aprendeu no lugar e o quanto sua vida melhorou.

?Aprendi tanta coisa aqui. Fazer borboletas, enfeites de potes, bordar toalhas e quando a professora falta, até ensino pras colegas?, conta a aposentada. ?Com essas atividades eu senti que nasci de novo. Eu era zangada, vivia doente, trancada dentro de casa. Agora é bom demais, me sinto renovada por conta disso?, completa.

Fundação completa 20 anos

A Fundação Nossa Senhora da Paz completou 20 anos de existência e, ao longo desse tempo, muitas ações apoiaram milhares de pessoas carentes. Desde 1992, com a ajuda do padre italiano Pedro Balzi, conseguiu estruturar uma comunidade que passava por inúmeras dificuldades, sobretudo de ordem social.

Padre Pedro Balzi chegou ao Brasil em 1987, um ano depois da invasão do terreno localizado no bairro Três Andares, na zona Sul da cidade, o qual recebeu o nome de Vila da Paz. Através de uma verdadeira mobilização, Balzi conseguiu desenvolver aquela área, levando educação e cultura para a população.

Quem lembra da presença do padre Pedro Balzi nas ações, reconhece a imensa contribuição para o desenvolvimento do local. "Ele tinha muita interação com a escola.

O padre Pedro entrava nos corredores, falava com os alunos, fazia reflexões nas salas de aula e tudo isso tem muita importância para o desenvolvimento dessas crianças e da comunidade em geral", lembra Liliane Bezerra, diretora adjunta da Fundação Nossa Senhora da Paz.

E o trabalho não se resume ao complexo construído na Vila da Paz. Dali, deram origem outras escolas localizadas na zona Norte, no Parque Rodoviário, além dos centros de saúde e da Fazenda da Paz, que reabilita pessoas dependentes químicas.

"A base principal da Fundação é a educação. É muito relevante. Não existe cidadania sem educação e muitos jovens que passaram por aqui hoje são pais de família, conquistaram seu emprego e são profissionais de qualidade.

Tudo isso é um resultado de todo um esforço e que é bastante recompensador", finaliza a presidente da Fundação, Antônia Rodrigues.

Fonte: Nayara Felizardo e Virgínia Santos