Ganhador não busca prêmio e fica sem R$ 15 milhões da Mega-Sena no Rio

Ganhador não busca prêmio e fica sem R$ 15 milhões da Mega-Sena no Rio

Imagine ganhar R$ 15 milhões na Mega-Sena e não levar o prêmio. Um apostador de Barra do Piraí, RJ, que acertou os seis números de um sorteio realizado em outubro perdeu o prazo de 90 dias para retirar a fortuna e ficou sem o dinheiro. Nas ruas da cidade, moradores acreditam que o vencedor tenha perdido o bilhete ou esquecido de conferir os números sorteados. "Agora, a pessoa não deve nem saber que ganhou. Com certeza, porque se não, não teria deixado o prêmio aí", disse um senhor. O pai da aposentada Ester Figueiredo achou que o sortudo fosse ele.

"Meu pai tem 95 anos, é lúcido, mas tem Parkinson. E ele achou que tinha ganho isso. Só que ele diz que alguém copiou o jogo dele e que fez. E que aí, ele não ganhou por causa disso, mas que aquele jogo era dele", disse. Segundo o aposentado José Augusto de Vasconcelos Moreira, não é de hoje que Barra do Piraí traz sorte. Há 30 anos o prêmio de uma loteria foi sorteado também para o município."Aquela loto do futebol, era dos times de futebol. Ganhou sozinho um prêmio na época. Não sei quantos milhões foram. Ganhou o prêmio do Brasil todo só para ele. Foi muita coisa", disse o aposentado José Augusto de Vasconcelos Moreira.

Anos se passaram até que outro ganhador aparecesse. A sorte, quando voltou, foi em dose dupla. O prêmio da Mega-Sena saiu duas vezes para o município, em um intervalo de dois meses."Eu acredito num astral melhor, é. Tá no astral, até porque algumas pessoas das circunvizinhanças naturalmente vêm para cá tentar a sorte também. Podem até também trazer sorte de lá", disse o aposentado Geraldo Abbud.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, desde 2001 a legislação determina que os prêmios prescritos sejam destinados ao Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), destinado a universitários.

Fonte: G1