Garimpeiro é encontrado vivo após 37 dias perdido na selva amazônica

Homem de 45 anos se perdeu na mata quando seguia para garimpo


Garimpeiro é encontrado vivo após 37 dias perdido na selva amazônica
O garimpeiro de 45 anos que estava perdido na selva amazônica desde o início de março, quando pesquisava áreas de garimpo no município de Apuí (a 453 Km de Manaus), na divisa com o Pará, foi encontrado vivo, nesta segunda-feira (23). Ele ficou 37 dias desaparecido.

Segundo informações divulgadas pela imprensa local, o garimpeiro foi encontrado pelo amigo dele, também garimpeiro, de 70 anos, que o deixou para buscar ajuda. Uma equipe médica está a caminho do local onde o homem foi localizado.

O drama na floresta amazônica começou após um naufrágio no rio Abacaxi, quando a dupla seguia para áreas de garimpo na selva. Eles caíram em uma corredeira, sobreviveram, mas perderam tudo o que tinham. Na caminhada a pé, em busca de socorro, o garimpeiro mais novo sentiu-se mal e não conseguiu mais caminhar por causa dos espinhos nos pés.

O amigo seguiu viagem a pé e chegou à rodovia Transamazônica, onde recebeu ajuda de uma família de agricultores. O garimpeiro foi levado à Comunidade Sucundurím, interior de Apuí, onde iniciou a viagem, e foi medicado. No entanto, ao retornar à mata para resgatar o amigo, não conseguiu localizar a trilha que levava ao ponto de encontro.

Ainda segundo a imprensa de Apuí, o garimpeiro voltou diversas vezes à mata e somente hoje localizou a trilha e encontrou o amigo dele, vivo. "O local onde o garimpeiro está perdido é longe da área urbana. Ainda não se sabe qual o estado de saúde dele e nem como ele sobreviveu a tantos dias perdido na selva", disse o repórter Ivanir Valentim, correspondente da TV Amazonas em Apuí.

Fonte: G1