Garoto é baleado após negar conseguir drogas para os seus rivais

Após atendimento o garoto baleado informou quem era seu agressor e o principal comparsa

Adolescente é baleado por um desafeto após desentendimento com mais três menores por volta na madrugada deste sábado (13) na Rua Santa Ana, próximo à Avenida Pinheiro Machado, Bairro Piauí, em Parnaíba.

A Polícia Militar, através de uma guarnição do Ronda Cidadão, comandada pelo cabo Farlon Machado, tendo como patrulheiros os soldados Couto e Rômullo, foram até o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA) ao serem acionados por um funcionário de que um garoto, de 14 anos de idade, estava baleado, transtornado e não aceitava atendimento médico.

O adolescente tinha levado um tiro de arma de fogo, de calibre desconhecido, no braço direito e afirmou quem foi autor, sendo outro adolescente de 16 anos de idade e que outro garoto da mesma idade estava dando cobertura. Disse ainda que haviam mais dois envolvidos que estava em duas motos e que davam apoio a ação.

Após atendimento o garoto baleado informou quem era seu agressor e o principal comparsa. Em seguida, os policiais foram até a casa do garoto acusado de ter baleado, que fica na Travessa Pinheiro Machado, Bairro Rodoviária, onde não encontraram nenhuma arma.E depois foram na casa do outro principal acusado, na mesma rua.

“Nós acreditamos que arma tenha sido guardada por estes outros dois indivíduos foi escondida pelos outros dos envolvidos que, infelizmente, não sabemos que são”, informou o cabo Farlon.

A vítima reconheceu os dois como sendo os autores. Segundo os policiais, a mãe do acusado de dar cobertura ao crime, a Leonice Oliveira dos Santos, tentou impedir a apreensão do filho e desrespeitou a guarnição. Ela foi presa por desacato, resistência e obstrução do trabalho policial.

Na Central de Flagrantes, a vítima afirmou na frente dos presentes quem foi que o baleou. O acusado disse que não atirou contra ninguém e que não tem arma.

Os agentes de Polícia Civil, informaram que o adolescente baleado tinha sido apreendido pela manhã de sexta-feira (12/12) acusado furto de galinhas.

O cabo Farlon disse que a vítima informou que o envolvimento com drogas foi o motivo da agressão. Pois, segundo o garoto, os outros acusados o obrigam a delinquir para conseguir dinheiro e comprar drogas, mais precisamente maconha, a fim de manter o vício dos demais.

O adolescente de 14 anos disse afirmou que também é usuário de drogas. O adolescente que acusado de ter baleado foi atuado por tentativa de homicídio por motivo fútil.



Fonte: Proparnaiba