Geólogo analisa possíveis causas de desabamento de obras de shopping

Geólogo analisa possíveis causas de desabamento de obras de shopping

Geólogo analisa possíveis causas de desabamento de obras de shopping

Rua Francisco Mendes, Bairro Cabral. Há dois anos a rua afundou completamente e as casas ficaram parcialmente destruídas e seu Valmir conta que viu tudo acontecer de perto. ?Antigamente aqui era um poço tubular e aqui essa rua ela cedeu, dessa segunda casa daqui pra lá caiu tudo. Duas caíram e a Prefeitura disse que ia refazer as casas agora?, conta.

Essa fatalidade aconteceu muito próximo ao Shopping Rio Poty, cujas obras cederam há dois dias. Para o geólogo Paulo Lages, nos Territórios Entre Rios - que é o caso de Teresina - é comum acontecerem afundamentos. A cidade já foi alvo no passado de vários casos como esse.

?Temos esses processos que podem ser falhas geológicas de solução de pedras calcárias que estão associados a pedras calcárias e a formação de cavernas?, explica.


Geólogo analisa possíveis causas de desabamento de obras de shopping

Especificamente em relação ao desabamento das obras do Shopping Rio Poty, o geólogo acha que qualquer suposição nesse momento sem nenhum estudo pode resultar em erro, mas que à primeira vista, pelas imagens e fotos, ele descarta falha geológica porque o solo no local não apresenta nenhuma rachadura, fissura ou fenda.

?Pode até existir alguma fratura no solo naquela região, mas eu creio, como suposição que não tenha a ver com fraturas ou fissuras no subsolo?, finaliza o geólogo.

CONFIRA A MATÉRIA DE RICARDO MOURA FÉ NO VÍDEO:

Fonte: Marcilany Rodrigues