Cabo do Corpo de Bombeiros faz sexo com casal em escada no quartel

A denúncia foi publicada na coluna “Justiça e Cidadania” do jornal “O Dia”.

17/04/2013 - 10:21

Um cabo do Corpo de Bombeiros transformou o quartel da corporação no bairro da Posse, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, em palco das fantasias sexuais de um casal que conheceu na internet. A denúncia foi publicada na coluna “Justiça e Cidadania” do jornal “O Dia”. Segundo o promotor Paulo Roberto Mello Cunha, da 2ª Promotoria da Auditoria Militar, o bombeiro abriu as portas do batalhão para o casal e fez sexo com os dois. A “estripulia” não poupou nem mesmo a escada Magirus de uma viatura.

Fotos da festinha sexual - ocorrida em junho do ano passado - foram parar na internet e teriam sido vistas por uma tenente. A militar teria denunciado o cabo. Além dele, foi denunciado pelo promotor à Auditoria de Justiça Militar um sargento. Ele estava de serviço, permitiu a entrada do casal no quartel e não impediu que eles fizessem sexo nas instalações.

Os dois respondem pelo crime de praticar, ou permitir que com ele se pratique ato libidinoso, homossexual ou não, em lugar sujeito à administração militar. A pena varia entre seis meses e um ano de detenção.

Em nota, a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que, ao tomar conhecimento dos fatos, a corregedoria da corporação instaurou um inquérito e prendeu os militares administrativamente.

Leia a íntegra do informe:

"No primeiro trimestre de 2012, a Corregedoria Interna do CBMERJ teve ciência de um site de conteúdo erótico e que relatava o envolvimento de militares do 4º GBM – Nova Iguaçu. Imediatamente foi instaurado o Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar os fatos. Em seguida os militares foram sancionados com vinte e trinta dias de prisão. Quanto ao crime militar, os autos do Inquérito foram remetidos à Promotoria de Justiça junto à Auditoria de Justiça Militar do Estado do Rio de Janeiro que ofertou denúncia contra os militares."

FONTE: Extra

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ver mais+

DEIXE SEU COMENTÁRIO

voltar para o topo