Globo derruba veto a Tom Cavalcante após 11 anos, entenda

Dois meses após estrear uma sitcom no canal Multishow, o humorista Tom Cavalcante, 52 anos, finalmente poderá colocar os pés na Globo.

Cai por terra em agosto deste ano um dos maiores vetos da história da televisão brasileira. Dois meses após estrear uma sitcom no canal Multishow, o humorista Tom Cavalcante, 52 anos, finalmente poderá colocar os pés na Globo, quase 11 anos depois de ter trocado a emissora pela Record. Cavalcante fará sua reestreia na Globo, onde se tornou um dos maiores humoristas do país, no palco do Domingão do Faustão.

Desde 2011, quando deixou a Record, foram várias as tentativas de Fausto Silva e até do cantor Roberto Carlos de reabrir as portas da Globo para Tom Cavalcante. A cúpula da emissora, no entanto, foi irredutível: não perdoou o fato de o intérprete de Ribamar e João Canabrava ter rompido contrato em 2004, faltando três meses para o encerramento, e migrado para a Record, naquela época vista pela Globo como uma ameaça séria.

Cavalcante pagou por uma regra que a Globo insiste em preservar, embora já não seja tão inflexível quanto antes: quem quebra contrato não volta mais para a emissora. Dessa forma, mesmo sem contrato com nenhuma TV, Cavalcante ficou quatro anos sem poder fazer imitações no Domingão do Faustão e, assim, atrair público para seus espetáculos. Nesse período, ele aproveitou para estudar cinema nos Estados Unidos.


O veto da Globo começou a ser quebrado em setembro do ano passado, quando Cavalcante assinou com o Multishow, do Grupo Globo, para fazer dois programas no canal pago. O primeiro estreia em junho. Será uma sitcom ambientada em um shopping center, com o título de #PartiuShopping. Cavalcante liderará um elenco que terá Danielle Winits, Monique Alfradique, Alex Grulli, Nany People, Eduardo Semerjian, Leo Castro e Camilla Camargo.

"A trama é a historia de uma família proprietária de um shopping que perde seu líder, o senhor Astrolábio, e descobre que ele deixou todo o patrimônio para o humilde segurança Gildo [Cavalcante]. Inconformados, os herdeiros agora buscam encontrar uma forma de se livrar de Gildo, que não tem nada de bobo", adianta o humorista.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Uol