Governador convoca população para o combate ao Aedes aegypti

O gestor enfatiza que o Piauí registrou, em 2015, 7.534 de dengue.

O governador Wellington Dias e o secretário da Saúde, Francisco Costa, iniciaram, nesta quarta-feira (23), no Centro Administrativo, um calendário de intensificação de limpeza nos prédios públicos. A ação será estendida aos demais órgãos do Estado e tem o objetivo de eliminar focos do mosquito Aedes aegypti.

Wellington explicou que, apesar de ser uma ação prática de limpeza, é também um gesto simbólico. “A ação mostra a importância de fazer a limpeza em todos os locais, nas residências e também no ambiente de trabalho. Precisamos chamar toda a população para fazer a sua parte e reproduzir ações como essa. Queremos sensibilizar a população para combater o mosquito”, enfatiza Dias.

O governador reforçou que "seja no Norte ou no Sul, o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, onde ele estiver presente, é um risco para a população, já que a relação do zika vírus com os casos de microcefalia foi confirmada recentemente”. E acrescentou, “mesmo que você faça sua parte, é preciso cuidar para que seu vizinho também faça. O mosquito que se prolifera ao lado também pode atingir sua família. O combate ao mosquito não depende só do secretário da Saúde, do agente de endemia ou do carro fumacê, mas precisa da ação de cada um”.

Segundo Francisco Costa, secretário da Saúde, as ações do Governo vão além dos mutirões. “Estamos montando uma estrutura de logística e orientação para as equipes, além de prestar assistência aos casos já detectados”, afirmou Costa, acrescentando que “estamos cuidando da prevenção e promoção da saúde por meio de parceria com o Ministério da Saúde e municípios, com equipes técnicas visitando todo o interior do estado. Queremos toda a população envolvida na vigilância contínua”, destaca o secretário.

“Esse ato é de suma importância para demonstrarmos, por parte do Estado, o nosso incentivo em combater o mosquito Aedes aegypti. Os governos Federal, Estadual e Municipal estão mobilizados no combate a esse inimigo, que é o mosquito transmissor dessas doenças”, disse o secretário.

O gestor enfatiza que o Piauí registrou, em 2015, 7.534 casos notificados de dengue, em 168 municípios, além de dois casos de chikungunya e três de zika vírus e até o dia 21 de dezembro, 51 casos suspeitos de microcefalia, associados ao zika vírus, e que estão em investigação. Os casos referem-se a 21 municípios.

O Piauí está em estado de emergência em saúde pública. A Secretaria de Estado da Saúde já apresentou o Plano Estadual de Contingência da Dengue, Zika e Chicunkunya e abordagem emergencial aos casos de microcefalia. Ao todo, serão investidos mais de R$ 5,5 milhões em ação.

Centro de Parto Normal

Na ocasião, o governador Wellington Dias; a vice-governadora, Margarete Coelho, e o secretário da Saúde, Francisco Costa, assinaram a ordem de serviço para a construção dos Centros de Parto Normal nos municípios de Parnaíba, Floriano, São Raimundo Nonato e Picos, com investimentos no valor de R$ 3.050.000,00.


Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Governador se une no combate ao mosquito (Crédito: Marcelo Cardoso)
Fonte: Com informações do Portal do Governo