Governador e Secretário de Saúde inauguram obras no HGV amanhã

São a reforma e ampliação da UTI, Central de Material e Esterilização, Necrotério e Laboratório de Anatomia e etc

Amanhã, 25, ao meio-dia, o governador Wellington Dias e o secretário de Saúde, Assis Carvalho, inauguram mais uma etapa da reforma geral do Hospital Getúlio Vargas. São a reforma e ampliação da UTI, Central de Material e Esterilização, Necrotério e Laboratório de Anatomia, sala de geradores, espaço físico da Usina Produtora de Gases Medicinais, a primeira etapa da ala administrativa que abriga as diretorias, bem como a urbanização de fachadas e duas praças internas, que são espaço de convivência de funcionários, acompanhantes e pacientes.

Outras obras já foram inauguradas (clínica dermatológica, clínica pneumológica, central de transplantes, banco de olhos) e mais obras estão em andamento. No total, R$ 46 milhões que estão sendo investidos no Hospital, recursos do Tesouro Estadual e Ministério da Saúde. ?São obras e equipamentos que visam dar maior conforto quem trabalha e quem precisa de atendimento de saúde de média e alta complexidade?, disse o secretário Assis Carvalho.

A Usina Produtora de Gases Medicinais vai significar uma economia de 90% para o HGV na compra de gases. ?Não vamos mais precisar terceirizar gases medicinais, vamos produzir o nosso próprio oxigênio e estamos adquirindo compressores para produção de ar comprimido para suprir a necessidade da ventilação mecânica em pacientes internados em UTIs e carros de anestesias em centros cirúrgicos?, disse Amâncio Júnior, coordenador da manutenção de equipamentos do HGV.

A Unidade de Tratamento Intensivo ganha mais oito leitos totalmente reformados. A Central de Material e Esterilização dá suporte às clínicas, aos ambulatórios e aos centros cirúrgicos - com a esterilização de todo o material utilizado em 12 salas, onde diariamente são realizadas 40 cirurgias (sendo 30% de alta complexidade).

Fonte: Sesapi