Governo do Piauí concluirá maior subestação eólica do país em junho

Com 52% da obra concluída, a Subestação Eólica Curral Novo do Piauí II deverá ser finalizada em junho, segundo informou o Governo do Estado na manhã de ontem

Com 52% da obra concluída, a Subestação Eólica Curral Novo do Piauí II deverá ser finalizada em junho, segundo informou o Governo do Estado na manhã de ontem.

Com a capacidade para receber 1.200 MW (megawatts), sete autotransformadores estão sendo instalados, desse modo, a subestação receberá dos parques eólicos energia em 230 kW (quilowatt) e elevará para 500 kW, distribuindo na rede do Sistema Interligado Nacional (SIN), impondo uma marca no setor energético, tendo em vista que será a maior do país.

A equipe responsável pela obra se prepara para a fase de eletromecânica, já que as atividades de engenharia civil já foram finalizadas. Segundo o coordenador de obras, Glauco Moraes, quatro empresas atuarão na plataforma, destacando a possibilidade da plataforma receber bancos de reservas. "A previsão de término desse projeto é junho de 2015, com a parte toda montada e com o comissionamento já executado também.

Essa subestação será uma das maiores do Brasil e, com referência à energia eólica, essa sim será a maior do país. Hoje estamos com a previsão de quatro empresas se conectarem aqui na subestação, sendo estas a CountorGlobal, Casa dos Ventos e Queiroz Galvão e a possibilidade de receber bancos de reservas também", destacou.

A obra traz desenvolvimento para a região, através da geração de emprego e renda, alavancando a situação socioeconômica dos moradores do município. "Essas obras são muito importantes para a nossa região porque geram emprego e ajudam na economia do município", disse.

Fonte: Francy Teixeira