Governo oferece linha de crédito habitacional para servidores

De acordo com a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso

Os servidores públicos estaduais que ainda não possuem casa própria podem comemorar. O governador Wellington Dias, assinou, nesta terça-feira (12), em solenidade no Palácio de Karnak, o Termo de Cooperação Técnica celebrado entre o Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), da Empresa de Gestão dos Recursos do Piauí (Emgerpi) e da Secretaria da Administração e Previdêncai (Seadprev) com o Banco do Brasil para dar prosseguimento a mais uma etapa Programa Habitar Servidor, que oferecerá linhas de crédito para os servidores públicosestaduais (ativos, inativos e pensionistas); militares e bombeiros-militares, ativos, da reserva, reformados e seus pensionistas.

O chefe do executivo do estado explicou que, além de possibilitar aos servidores estaduais realizarem o sonho da casa própria, o programa oferece linhas de crédito a baixo custo, movimenta o setor da construção civil e representa uma combinação da política habitacional com o fundo estadual de previdência. “Vamos pegar o resultado financeiro do empreendimento e capitalizar o fundo de previdência, a fim de minimizar o déficit previdenciário”, pontuou o gestor, acrescentando que o empreendimento será feito nos mesmos moldes do programa federal Minha Casa, Minha Vida.

O superintendente do Banco do Brasil, Pio Gomes, qualificou como importante a celebração do acordo de parceria, visto que o banco vai oferecer aos servidores estaduais prazo diferenciado, baixos encargos e a possibilidade de financiamento dos impostos cartorários. “Vamos oferecer um percentual de juros de 4,59% ao ano e a possibilidade de financiar um imóvel de R$ 170 mil em até 30 anos. Isso é significativo e não onera muito o orçamento do servidor”, garantiu Pio Gomes.   

De acordo com a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso, podem se inscrever no Habitar Servidor os servidores estaduais ainda não inscritos no programa e que desejem financiar imóveis pelo Banco do Brasil. “Os servidores que não se inscreveram para o financiamento pela Caixa Econômica Federal podem se inscrever agora para ter acesso à empreendimentos habitacionais financiados pelo Banco do Brasil”, declarou Gilvana Gayoso. A diretora informou que a ADH deverá expandir o projeto para os municípios do estado e aumentar a oferta de linhas de crédito também na capital.

Fonte: Com informações do Jornal Extra