Gravidas que roncam, cuidado!

Grávidas que roncam estão mais propensas a desenvolver diabetes gestional

Ele é recordista de reclamações noturnas. O ronco, além de atrapalhar o sono de quem está ao lado, pode indicar problemas para as grávidas. Cientistas da Faculdade de Medicina Feinberg, da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, constataram que as futuras mães que apresentam o problema por, no mínimo, três noites na semana estão mais propensas a desenvolver diabetes gestacional. » vc repórter: mande fotose notícias » Chat: tecle sobre o assuntoPara chegar a essa conclusão, o estudo contou com 189 mulheres. O sono das pacientes foi avaliado no momento da inscrição (com seis a 20 semanas de gestação) e no terceiro trimestre. As que roncavam frequentemente tiveram 14,3% de chances de ter diabetes gestacional, enquanto as outras apenas 3,3%. A pesquisa também mostrou que, conforme a gravidez evolui aumentam os riscos de se tornar uma roncadora. No início da gravidez, 11% das participantes relataram o inconveniente, sendo que o número subiu para 16,5% no terceiro trimestre. Segundo os cientistas, o ruído noturno indesejado durante a gravidez pode ser desencadeado pelo ganho de peso e edema (acúmulo de líquido), aumentando a resistência das vias aéreas.

Fonte: Terra, www.terra.com.br