Prejuízo com greve dos fazendários chega a R$ 33 milhões no Estado

Prejuízo com greve dos fazendários chega a R$ 33 milhões no Estado

A greve começou no dia 21 de setembro e o número do mês já reflete o impacto negativo na arrecadação.

A greve da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), iniciada no dia 21 de setembro deixou até agora prejuízos de R$ 33 milhões em impostos não pagos. A paralisação está prevista para terminar até a próxima semana devido a negociações iniciadas com o Governo do Estado.

?Poderíamos ter evitado isso com uma rápida negociação de nossas reivindicações, que são justas, mas o movimento se prolongou e as contas do Estado sofrem e ainda vão sofrer, pois a repercussão vem também a médio e longo prazos?, comenta o presidente do Sindifaz, Manoel Filho.

O técnico fazendário e integrante do comando de greve, Flaviano de Santana, disse que a arrecadação própria do Estado em julho ficou em R$ 208 milhões e em agosto, R$ 206 milhões.

A greve começou no dia 21 de setembro e o número do mês já reflete o impacto negativo na arrecadação: R$ 198 milhões, dez a menos que a previsão de R$ 208 milhões.

?Em outubro, a situação será ainda pior, pois a arrecadação ficará em R$ 188 milhões e a previsão eram R$ 210 milhões?, comenta Flaviano, acrescentando que em novembro o número não passará de R$ 190 milhões, elevando a perda do Estado.

Os fazendários têm reunião marcada para a próxima segunda-feira com o secretário estadual de Administração, Paulo Ivan, para negociar as reivindicações.

Fonte: Jornal Meio Norte