Greve traz prejuízo para clientes no PI

A empresária Juçara Alves também demonstrava sua indignação na porta de sua agência bancária

A greve dos banc?rios, que teve in?cio na ?ltima quarta-feira e segue em todo o Brasil por tempo indeterminado, tem criado grandes problemas para a popula??o. O aposentado Valdinar Sousa, de 71 anos, mora no interior do munc?pio de Uni?o e ? correntista de uma ag?ncia banc?ria de Teresina.

Ele saiu na manh? desta quinta-feira de sua resid?ncia para vir at? ag?ncia receber o cart?o do banco e poder retirar o benef?cio da aposentadoria. Mas a viagem foi perdida, j? que ao chegar ? ag?ncia Valdinar encontrou a ag?ncia fechada. ?Isso ? um absurdo! Eles n?o podem parar todos os servi?os e deixar a gente sem poder receber nosso pagamento?, afirma o aposentado.

A empres?ria Ju?ara Alves tamb?m demonstrava sua indigna??o na porta de sua ag?ncia banc?ria. Ela tinha que realizar o pagamento da presta??o do seu apartamento no valor de R$ 2.500,00 at? esta quinta-feira. Mas a sua ag?ncia banc?ria s? permite o saque de at? R$ 1.000,00 por dia nos caixas eletr?nicos. ?O resultado ? que terei que pagar juros, j? que s? vou conseguir sacar todo o valor da presta??o no s?bado?, explica.

A paralisa??o dos banc?rios j? atinge mais de 3.000 ag?ncias nas capitais

e grandes cidades do pa?s. No Piau? a ades?o ainda n?o ? total, mas na capital 100% das ag?ncias banc?rias est?o paralisadas. De acordo

com Jo?o Neto, diretor de Pol?tica Sindical do Sindicato dos Banc?rios do Piau? (Seebf-PI), apesar de escritur?rios e caixas paralisarem grande parte das opera?es banc?rias, dentro de cada ag?ncia permanecem trabalhando gerentes e cargos de chefia, que podem realizar o atendimento dos casos de urg?ncia da popula??o.

?Muitos casos de alguns clientes s?o urgentes e apesar de estarmos em greve n?o estamos impedindo a entrada das pessoas nos bancos. Muito pelo contr?rio, estamos aqui pedindo que os gerentes e funcion?rios que n?o est?o participando da greve fa?am o atendimento dos casos mais urgentes?, explica Jo?o Neto. Antes da greve, no dia 24 de setembro a Federa??o Brasileira de Bancos (Febraban) realizou uma proposta aos banc?rios de 7,5%. N?o concordando com a proposta, os banc?rios realizaram uma paralisa??o de advert?ncia de 24h no ?ltimo dia

30, e depois n?o houve mais di?logo.

Fonte: Viviane Menegazzo, Jornal Meio Norte