Helicóptero que levava noivo faz pouso forçado; festa foi mantida

Matrimônio foi adiado, mas festa aconteceu

O helicóptero que fez um pouso de emergência em uma área de mata em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, na tarde deste domingo (19), levava o noivo de 24 anos para o casamento. A mãe do noivo também estava na aeronave. Embora o casamento não tenha sido realizado, a festa aconteceu.

O helicóptero fez um pouso forçado e acabou caindo em cima de um bananal no Jardim Canaã. A aeronave tinha partido do Campo de Marte, na capital paulista, por volta das 13h.

O casamento aconteceria em um sítio no limite de Itaquaquecetuba e Arujá. O helicóptero apresentou problemas no motor.

Em depoimento, o piloto Rodrigo Batista Lemos, de 32 anos, disse que procurou desviar das torres de energia e das casas próximas até pousar.

O piloto e a mãe do noivo, Maria de Lurdes Rosa, de 49 anos, foram levados para o Pronto-Socorro de Arujá. O noivo Danilo Everson dos Santos Rosa foi para o hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba.

No sítio onde aconteceria o casamento, assim que as famílias souberam que as vítimas passavam bem, a festa aconteceu.

Um convidado, amigo da noiva, disse que chegou a ver o helicóptero com problema antes do pouso forçado. Segundo o delegado que apura o caso, o acidente deve ser analisado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Fonte: G1