Hemopi faz campanha para garantir estoque de sangue no feriado de Carnaval

Hemopi faz campanha para garantir estoque de sangue no feriado de Carnaval

O objetivo é garantir estoque, para mais tranquilidade no período.

Com a proximidade do feriado de Carnaval, outro período em que as pessoas costumam viajar, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí sente mais uma vez a necessidade de estar convocando toda a população a doar. A realidade é preocupante. Fazendo referência aos últimos dados, dos 270 mil doadores cadastrados, menos de 1% doa regularmente.

Isso, quem confirma, é o próprio órgão com base na seguinte afirmação. "Este número de doadores cadastrados é estático. Conforme o último dado, nós temos que, deste número, cerca de 50% voltava a doar, mas não com regularidade e 20% deste voltava regularmente.

No final disso tudo, nós temos menos de 1% da população doando regularmente", explica Maria Teixeira, supervisora de comunicação e colaboradora de captação.

Com vistas a aumentar esses números, a campanha, esse período irá acontecer na semana do Carnaval, por meio da mídia e de panfletagem em locais de muita concentração, como em espaços para caminhadas e em igrejas.

O objetivo é garantir estoque, para mais tranquilidade no período.

Ano passado, além da panfletagem, o órgão também esteve presente no Corso.

Com tema diferente, porém com a mesma abordagem, este ano o Hemopi promove o Hemofolia 2013, com o slogan: " Antes de pular o Carnaval, dê um pulo no Hemopi".

Para doar é muito simples e o ato não oferece riscos à saúde humana. Primeiro é preciso estar bem alimentado e saudável, também é necessário ter entre 16 e 67 anos, pesar a partir de 50 quilos e não ter ingerido bebida alcoólica.

Depois de feito o cadastro, o doador realiza alguns testes clínicos e, em seguida, já é encaminhado para a sala de coleta. O processo dura cerca de 40 minutos.

"O Hemopi conta com toda população, especialmente os potenciais doadores, para que a gente possa estar mais tranquilo neste período e garantir o nosso estoque", finaliza a supervisora.

Fonte: Thauana Cavalcante