Herói que salvou 100 crianças em uma creche morre após 15 dias internado

Marcondes percebeu o cheiro de gás e retirou cerca de cem crianças da escola.

O funcionário de uma creche em Curitiba (PR), Antonio Eduardo Marcondes, 32 anos, morreu após 15 dias internado. Ele ficou ferido em uma explosão no local, no último dia 20 de novembro. Marcondes percebeu o cheiro de gás e retirou cerca de cem crianças da escola. No momento em que tentou conter o vazamento, o botijão explodiu e o acertou.

Duas funcionárias que ajudavam a conter o vazamento também ficaram feridas e estão internadas. Uma delas em estado mais grave e corre risco de morrer.

Marcondes foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e passou por diversos procedimentos cirúrgicos, mas não resistiu. Nenhuma criança se feriu no episódio. A direção da escola suspendeu as aulas em forma de luto.

O enterro dele, na quinta-feira (5), foi acompanhado por centenas de pessoas muito comovidas. Os parentes disseram que ele sempre foi muito prestativo. Marcondes era casado e deixou três filhos.


Herói que salvou mais de 100 crianças em creche não resiste a ferimentos e morre

Fonte: r7