HGV vai ter três turnos para realizar cirurgias na capital

As medidas incluem a realização de mutirões ortopédicos aos sábados e funcionamento do centro cirúrgico a noite para ampliar o número de cirurgias

O secretário Estadual da Saúde, Mirócles Veras, e a diretora geral do Hospital Getúlio Vargas (HGV), Clara Leal, reuniram-se anteontem com os médicos ortopedistas do HGV para reorganizar o serviço de ortopedia do Hospital. Na ocasião foram definidas várias medidas que irão melhorar o funcionamento do setor e ampliar o número de cirurgias ortopédicas.

As medidas incluem a realização de mutirões ortopédicos aos sábados e funcionamento do centro cirúrgico a noite para ampliar o número de cirurgias realizadas no hospital, consequentemente, diminuindo a fila de espera.

O HGV realiza uma média de 850 cirurgias por mês. "O HGV funcionando em três turnos realizando cirurgias ortopédicas vai contribuir significativamente para a redução da demanda", afirmou o secretário Mirócles Veras.

Segundo Clara Leal, até domingo serão transferidos 20 pacientes do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e de outros hospitais do interior do Estado. Além de dez pacientes do ambulatório.

Durante a reunião foi nomeado o novo coordenador da Clínica Ortopédica do HGV, o cirurgião Marcelo Barbosa.

Estavam presentes na reunião a presidente do Sindicato dos Médicos, Lúcia Santos, o presidente do Conselho Regional de Medicina, Emanuel Pontes, e o superintendente de Assistência à Saúde, Pedro Leopoldino, além dos 20 ortopedistas que compõem a clínica ortopédica do HGV.

Fonte: Jornal Meio Norte