Hit de Anitta vira "Show da Estudiosa" com fórmulas, e alunos aprovam; vídeo

"Show da estudiosa" vira hit na web com referências de geometria

O que geometria plana tem a ver com o hit da cantora Anitta, "Show das Poderosas"? Se à primeira vista a mistura poderia espantar o grego Euclides, pai das formas matemáticas, alunos do Colégio Sistema Moderno, na cidade baiana de Itabuna, no interior da Bahia, conseguiram provar que mais uma fórmula bem sucedida poderia sair do experimento.

Como parte de uma gincana da escola, os estudantes tiveram que gravar um vídeo expondo algum conteúdo ensinado em sala, mas parodiando a cantora carioca. A Equipe Tatu, responsável pelo clipe, não pensou duas vezes e escreveu versos como: "Prepara, que agora é hora do show da estudiosa / Acerto questões pra tirar boa nota" e "O Enem tá chegando, vou mandar bem na prova / Geometria plana, muita fórmula / A área do triângulo eu já te ensinei / É altura vezes base sobre dois, eu sei."

De acordo com João Vítor Niella Cerqueira, aluno do 3º ano do colégio e membro da Tatu, o grupo levou três meses pesquisando sobre geometria para poder gravar o vídeo. Segundo ele, esse método de aprendizado é mais eficaz do que o tradicional, ensinado na maioria das escolas do país:

- Quando aprendemos dessa maneira diferente, a gente grava para o resto da vida. Você não vai lembrar de uma fórmula do Enem no futuro, mas com música e outras paródias você vai lembrar para o resto da vida.

A gincana já existe no Colégio Sistema Moderno há 10 anos, sempre no mês de junho. Além de produzir um vídeo com conteúdos das disciplinas regulares do ensino médio, a brincadeira envolve ações beneficentes, como arrumar 50 novos doadores de sangue para o cadastro de Itabuna e conseguir 100 cestas básicas para doação à comunidade.

Alunos das três séries do ensino médio se dividem em dois grupos. Rival da Tatu, a equipe Gnomos também produziu um vídeo parodiando a cantora Anitta, mas com versos contando os mistérios da Calorimetria: "Prepara que agora é a hora, do show das calorosas" e "Depois de um contato de um corpo com um outro, o que passa é energia, térmica! Que o calor latente é diferente do sensível, eu sei. Ele muda de estado, isso eu estudei".

Quem criou a gincana foi o professor de Química do colégio, Marcos Lemos. Segundo ele, essa foi a melhor forma encontrada para que os alunos aumentassem o nível de aprendizado e, ao mesmo tempo, desenvolvessem um espírito de coletividade com a comunidade ao redor da escola.

- Os vídeos são uma parte lúdica de um conteúdo que eles acham muito difícil. Esse foi o jeito de inovar tanto para fins educacionais quanto filantrópicos - resume.

Fonte: OGlobo