Homem confortou brasileira morta em acidente de trem nos EUA

"Estou aqui com você", disse homem a brasileira antes de morrer

Um homem identificado como Rahman Perking que testemunhou o acidente ocorrido com um trem em Hoboken (Nova Jersey) na última quinta-feira (29) contou que conversou com a brasileira Fabíola Bittar de Kronn, 34 anos, momentos antes dela morrer.

Durante entrevista à rede de TV ABC, Perking disse que tentou ajudar as pessoas no local do acidente que teve mais de cem pessoas feridas e disse que confortou a brasileira, que foi a única morta.

"Eu sabia que ela estava sentindo dor. Eu disse 'moça, eu não vou deixá-la –se você morrer, não vai morrer sozinha. Estou aqui com você."

Natural de Santos (SP), De Kroon deixou boa impressão em quem a conheceu.

brasileira Fabíola Bittar com o marido (Crédito: Reprodução Facebook)
brasileira Fabíola Bittar com o marido (Crédito: Reprodução Facebook)

Cecília Marques, antiga colega de trabalho, disse que a brasileira era um "coração grande e autêntico". "Estou sem palavras e sinto como se o mundo tivesse parado por alguns momentos", contou. "Tive o privilégio de conhecer e trabalhar com Fabíola, e posso dizer que ela era uma grande e talentosa mulher."

Ela deixou sua filha na creche na manhã de quinta (29), pouco antes do acidente.

"Tivemos uma boa conversa por um minuto", disse Karlos Magner, dono da creche.

Segundo Maria Sharp, codiretora da creche, a brasileira era uma mãe dedicada, que sempre queria saber sobre sua filha."Você sempre via um sorriso em seu rosto todas as vezes em que ela vinha buscar a filha. E é isso que continuo vendo", disse.

De Kroon trabalhava no departamento jurídico da empresa de software SAP, e se mudou para Nova Jersey com o marido no início do ano.

Um porta-voz da SAP disse que a empresa está "abalada pela notícia" do acidente e da morte da brasileira.

Segundo Dolf Wiener, antigo colega de trabalho de De Kroon, a brasileira estava empolgada com a mudança para os EUA. "É uma tragédia que ela tivesse que estar no lugar errado no momento em que estava buscando o sonho da sua vida", afirmou.

O consulado do Brasil em Nova York disse que foi informado da morte da brasileira no final da tarde de quinta e que está em contato com familiares dela para prestar apoio e orientações sobre os procedimentos necessários.

Fonte: Uol