Homem leva cinco tiros na cabeça e chega andando ao hospital

Homem leva cinco tiros na cabeça e chega andando ao hospital

O homem foi encontrado caído em uma rodovia perto da cidade por uma pessoa que passava pelo local.

Um homem de 27 anos foi atingido por cinco tiros na cabeça na manhã de segunda-feira (5) em Chapadão do Sul, a 325 km de Campo Grande. A vítima fez uma cirurgia no Hospital Municipal da cidade para retirada de uma das balas que estava alojada na nuca. Outras três balas continuam alojadas. O quinto tiro não ficou alojado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem foi encontrado caído em uma rodovia perto da cidade por uma pessoa que passava pelo local. Ele foi levado para o posto policial e, segundo a corporação, chegou consciente, apesar dos ferimentos na cabeça.

A vítima relatou aos policiais que saiu para beber em uma propriedade rural com amigos e, na volta, teria sido agredida e assaltada por dois homens, de 35 e 50 anos. De acordo com a PM, o homem disse que fingiu ter morrido para escapar dos assaltantes. Ele teria dito que foram levados documentos pessoais, uma quantia em dinheiro, cartão de crédito, dois cartões vale-refeição e um celular.

Os policiais registraram a ocorrência como roubo e depois, durante a tarde da segunda-feira, fizeram buscas pelos suspeitos. Os homens foram presos e encaminhados para a delegacia de Polícia Civil da cidade.

Internação

De acordo com o médico cirurgião Amaury Nantes Muniz, as balas ainda estão alojadas na cabeça da vítima e não deverão ser retiradas. ?Não é comum fazer cirurgias para a retirada de balas alojadas quando não prejudicam a saúde do paciente?.

?O que mais chamou atenção foi que ele chegou andando ao hospital e não sabia que tinha levado cinco tiros na cabeça?, conta o cirurgião. Dos cinco tiros, um ficou alojado na nuca, dois na mandíbula e um próximo ao ouvido. A quinta bala fraturou um osso nasal do homem, mas o projétil não ficou alojado, de acordo com o médico.

De acordo com o médico, as balas afetaram a parte subcutânea da pele e não atingiram nenhum osso nem o cérebro.

O paciente se recupera no hospital com uma dieta à base de líquidos. O cirurgião afirma que o homem deve receber alta nesta sexta-feira (9). ?Apesar de ser um caso extremamente simples, de uma visão médica, ele teve muita sorte?, completa.

Fonte: G1