Homem leva choque de 6 mil volts e morre

O caso foi registrado na Seccional de Santos como homicídio culposo.

O eletricista Ronaldo de Oliveira, 38 anos, morreu por volta das 9h de domingo após receber uma descarga elétrica de mais de 6 mil volts. Ele fazia manutenção na central de energia do Porto de Santos, localizada na avenida Conselheiro Rodrigues Alves, em Santos, litoral de São Paulo.

Segundo a polícia, a vítima trabalhava para uma empresa terceirizada que fazia manutenção na rede elétrica do porto. De acordo com testemunhas, a operação começou normalmente e por motivos não esclarecidos ele não aguardou uma liberação adequada e levou o choque.

O alarme tocou e a chave de emergência foi desligada. O eletricista morreu no local. Um dos terminais pegou fogo, que foi controlado no momento. O caso foi registrado na Seccional de Santos como homicídio culposo. A polícia solicitou a presença de um perito do Instituto de criminalística e de um perito em engenharia.

Fonte: Terra