Hospitais municipais da capital discutem Censo Hospitalar

Discutiram monitoramento de índices de desempenho dessas unidades

Na tarde desta quinta-feira (29), a Secretaria Municipal de Saúde de Teresina, através da sua Diretoria de Planejamento, realizou reunião com os diretores dos hospitais municipais e profissionais responsáveis pela elaboração dos dados do Censo Hospitalar. O objetivo foi discutir a importância do monitoramento de índices de desempenho dessas unidades de saúde.

Segundo Cláudia Glauciene, diretora de planejamento da SMS, a discussão é relevante: “Nós precisamos acompanhar esses dados porque eles nos dão um diagnóstico real que permite a identificação não só dos avanços de cada unidade hospitalar, mas também as dificuldades enfrentadas. Munidos de tais informações, os gestores podem aperfeiçoar o serviço prestado. Além disso, esses dados também integram os Relatórios Quadrimestrais e são fundamentais para se garantir a transparência na prestação de contas.”, conta.

Cláudia informou ainda que foram também apresentados os dados atualizados do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES) e discutido estratégias para atualização sistemática dos dados pelos hospitais municipais.

A reunião contou com a participação de representantes das unidades hospitalares, abrangendo diretores, administradores e chefes de produção e também da Diretora Assistencial Jesus Mousinho e da Gerente de Avaliação e Monitoramento da FHT Edna Lima.

 O cálculo dos indicadores hospitalares tem fundamentação legal na Portaria SAS/MS N° 312/2002, que estabelece a padronização, pelos hospitais, das nomenclaturas empregadas no Censo Hospitalar.

Ao final da reunião, foi decidido entre os participantes que será elaborada nota técnica conjunta pela SMS e FHT, que conterá detalhes como a rotina para construção dos indicadores e padronização de aspectos operacionais apontados pelas unidades.

Em continuidade à discussão de hoje, ocorrerá uma nova reunião no próximo mês, que abrangerá também o tema da elaboração de instrumentos de contratualização de hospitais no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Fonte: Portal MN