THE: Hospital Veterinário Universitário realiza cerca de 2.600 atendimentos

O Hospital completa hoje dez anos de história e se consolida como referência em atendimento e no ensino universitário

No ano em que completa 10 anos, o Hospital Veterinário Universitário (HVU) ?Médico Veterinário Jeremias Pereira da Silva” da Universidade Federal do Piauí (UFPI) tem muitos motivos para comemorar.

Inaugurado em 09 de setembro de 2003, Dia do Médico Veterinário, o Hospital se consolida como referência em atendimento, ensino, pesquisa e extensão universitária na área de Medicina Veterinária para o Piauí, funcionando em regime de plantão 24 horas.

Todos os anos são realizados uma média de 2.600 procedimentos (entre cirurgias, radiografias, etc) por mês, e quase 200 consultas todas as semanas.

O HVU atende hoje animais de companhia (cães e gatos), de produção e silvestres, oferecendo serviços como consultas, cirurgias, internação, vacinação, necropsia, exames laboratoriais, radiográficos e ultrassonográficos. As consultas são agendadas e realizadas nos turnos da manhã e da tarde, e a urgência funciona 24 horas.

?A grande demanda pelos serviços é reflexo da qualidade do atendimento realizado por professores, médicos veterinários e residentes. São mais de 32 mil procedimentos (radiografias, ultrassonografias, cirurgias, dentre outros) realizados por ano e uma média de 790 consultas por mês?, coloca o diretor do Hospital, João Macêdo ao destacar que todos os equipamentos são de alta qualidade.

Dentre os serviços especializados oferecidos pelo HVU aos animais, estão as terapias por acupuntura e fisioterapia veterinária; além de atendimento em cardiologia, oftalmologia, dermatologia, neurologia, ortopedia e o atendimento clínico e cirúrgico a animais silvestres. Equinos e bovinos também recebem atenção no Hospital.

Na área de extensão universitária, o HVU é o local onde existe o maior número de atendimento à comunidade. ?O atendimento não é gratuito, mas as taxas possuem valores inferiores às do mercado de Teresina?, acrescenta o diretor.

Dentre os exames laboratoriais, destaca-se o de diagnóstico do Calazar (Leishmaniose visceral). O diretor do HVU destaca ainda que dentro do hospital, há um posto permanente de vacinação antirrábica com serviço gratuito, que funciona independente das campanhas de vacinação.

?Quaisquer informações sobre atendimento e utilização da unidade de remoção hospitalar: o agendamento é feito pelos telefones (86) 3215-5538 e (86) 3215-5537 ou na recepção do Hospital Veterinário (localizado no Centro de Ciências Agrárias da UFPI)?, finaliza.

VOCÊ SABIA?

O laboratório de Doenças Parasitárias/LASAN/HVU é o único no estado a realizar três tipos de exames: pesquisa direta do parasita por meio de cultura através do aspirado medular, linfonodos e o de pele, bem como testes sorológicos indicados pelo Ministério da Saúde. Os exames realizados garantem melhor precisão no diagnóstico da doença.

O Laboratório de Patologia Animal do HVU também é o único no estado a realizar necropsia diagnóstica em animais de todas as espécies, fornecendo laudos e atestado de óbito.

Além disso, o Hospital conta com uma unidade de remoção hospitalar, sendo o primeiro hospital veterinário de Instituição de Ensino Superior Federal do país equipado com ambulância própria. O transporte de animais é feito exclusivamente com o acompanhamento do proprietário.

Hospital Escola possibilita a prática de acadêmicos

Além de referência em atendimento veterinário, o HVU funciona como hospital escola. Alunos dos cursos de graduação e pós-graduação utilizam as dependências do hospital como espaço para práticas acadêmico-científicas.

Vanessa Solano, estudante do 6º período de Medicina Veterinária, coloca que toda a experiência recebida no HVU serve como complemento para as teorias recebidas na sala de aula ?O próprio ambiente é diferente e propõe novos aprendizados. Conseguimos aprender muito mais ao acompanhar os diversos processos realizados com os animais dentro e fora do Hospital?, ressalta.

Dois campi da UFPI oferecem o curso de graduação em Medicina Veterinária: Campus Ministro Petrônio Portella, em Teresina, e Campus Professora Cinobelina Elvas, localizado no município de Bom Jesus.

Alunos de ambos os campi realizam estágio obrigatório no Hospital Veterinário Universitário, além de estudantes de outras universidades de outros estados como Maranhão e Ceará.

Atualmente, o hospital conta com 19 residentes nas seguintes áreas: Clínica e Cirurgia de Cães e Gatos (9), Clínica e Cirurgia de Grandes Animais (2), Diagnóstico por Imagem (2), Patologia Clínica (2), Patologia Animal (2) e Doença Parasitária (2). ?Preparamos nossos residentes para serem empreendedores e sensíveis no cuidar do animal?, pontuou Macedo.

Nas dependências do HVU também são realizados procedimentos experimentais por alunos de mestrado e doutorado em diversas áreas da saúde. A equipe médica do Hospital preza pela competência, possuindo professores com bastante experiência. Além disso, o Programa de Residência Universitária é único no Piauí.

Aniversário tem programação

Em comemoração ao aniversário, O Hospital Veterinário Universitário ?Médico Veterinário Jeremias Pereira da Silva? da Universidade Federal do Piauí (UFPI) completa 10 anos de existência no hoje, dia 09 de setembro. Em comemoração à data, serão realizadas, até o dia 14 de setembro, a ?Semana Comemorativa de 10 anos do HVU? e a ?III Semana Acadêmica de Medicina Veterinária?.

A programação comemorativa tem início na manhã desta segunda-feira (09), com café da manhã e curso ministrado pelo professor da Universidade de Brasília (UNB), Dr. Antonio Raphael Teixeira Neto.

À tarde, o Dr. Ricardo Miyasaka (UNB) de Almeida ministra o curso ?Anestesiologia em Equinos e Bovinos?. Haverá, ainda, solenidade em comemoração dos 10 anos do Hospital a ser realizada às 19h30, no Cine-teatro da UFPI. A programação segue durante toda a semana com palestras e cursos.

Cemitério é o único público da América Latina - O cemitério de animais também é um diferencial do Hospital Veterinário da UFPI. Denominado de Cadelinha Sasha e ocupando uma área de 1.000 m², o cemitério é o único público da América Latina voltado exclusivamente para enterro de animais de pequeno porte.

?O cemitério atende duas necessidades dos criadores de animais domésticos. A primeira trata-se da questão sanitária; ao definir um local próprio para enterro dos animais, evitando a contaminação do solo por bactérias patológicas.

A outra é sentimental, onde proprietários que consideram seus animais como membros da família têm um espaço adequado para sepultá-los?, destaca o diretor do HVU.

Fonte: Aline Damasceno