Ibama quer castração de nove tigres que moram em residência com família e donos vão à Justiça

Ibama quer castração de nove tigres que moram em residência com família e donos vão à Justiça

Órgão afirmou que reprodução descontrolada geraria problemas de segurança e saúde públicas

Uma família em Maringá, no Paraná, briga na Justiça para impedir que nove tigres sejam castrados. Os animais são criados por Ary Borges desde 2008 e circulam pela casa como verdadeiros bichinhos de estimação. O Ibama (Instituo Brasileiro de Meio Ambiente) afirmou que ?a reprodução descontrolada dos felinos geraria grave problema de segurança e saúde públicas?. A briga corre em processo e, enquanto isso, os tigres vivem em grande "mordomia".

A Justiça apoiou o pedido do Ibama em uma primeira audiência, mas Ary recorreu da decisão. Ele procurou o Ministério Público e assinou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) se comprometendo a não permitir a reprodução dos tigres até que o Tribunal de Justiça julgue o caso, o que ainda não tem data para ocorrer. Os dois primeiros animais foram recolhidos por Ary depois que um circo itinerante os abandonou na cidade. Ele afirma que sempre conviveram com a família, até mesmo dormindo na mesma cama.

O Ibama abriu o processo pedindo a castração em 2010, baseado em uma Instrução Normativa de controle populacional de felinos. Em nota, o órgão afirmou que ?a licença de operação concedida em 23/1/2008, autorizando-o a atuar apenas como mantenedor e que as razões para proibição de reprodução de grandes felinos são eloquentes, dada a verificação de várias situações de abandono dos animais, a dificuldade de encontrar estabelecimentos propícios para guarda e manutenção desses animais e, especialmente, o risco à integridade física da população, decorrente da própria natureza felina dos tigres e leões, de modo que sua reprodução descontrolada geraria grave problema de segurança e saúde públicas?.







Fonte: r7