Idoso mora em Kombi, estuda para o Enem e sonha em ter casa

Idoso mora em Kombi, estuda para o Enem e sonha em ter casa

Vital Barbosa, 62, estuda inglês e quer fazer faculdade de engenharia. Ele parcicipa do programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA)

Cabelos longos, barba comprida e livros por toda a ?casa?. Esta é a descrição mais fiel para o aposentado Vital Barbosa, de 62 anos, que há dois anos vive dentro de uma Kombi, em Vila Garrido, Vila Velha, Grande Vitória.

A casa não é tão extensa, mas é lá que Vital se prepara para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013, já que perdeu o prazo de inscrição das provas deste ano. "Meu maior sonho é fazer faculdade de engenharia civil e construir, com os meus conhecimentos, a minha casa, feita de lajota, concreto e laje. Sei que só os estudos me abrirão esta oportunidade", disse.

A Kombi onde mora foi seu instrumento de trabalho por muitos anos. Com ela, Vital fazia fretes. Atualmente, o veículo está abandonado, praticamente enferrujado pela exposição ao tempo e parado por falta de uso. O veículo fica estrategicamente parado em frente a casa do irmão de Vital.

"Eu não gosto de incomodar. O máximo que faço é tomar banho e lavar umas peças de roupas na casa dele. Com o dinheiro da aposentadoria, junto as roupas mais pesadas e pago alguém para lavar. A minha alimentação é feita em um restaurante "baratinho" aqui do bairro. Na maior parte do tempo passo estudando mesmo. Hoje, tenho até um trabalho de física para apresentar", explicou, nesta quinta-feira (1).

Vital contou que já trabalhou como repositor em supermercado, como cobrador de ônibus e motorista profissional. Há dois anos, conquistou a aposentadoria por tempo de trabalho e decidiu voltar aos estudos. "Nunca desisti de estudar, mas eu trabalhava muito, dormia de madrugada e ficava sem tempo para me dedicar. Acompanhava os noticiários e tentava ficar atendo as últimas informações. Eu sabia que isso não era o bastante", disse.

Volta aos estudos

Vital estudou até a quarta série do ensino fundamental e ficou anos parado. Logo após a aposentadoria, resolveu colocar de vez os pés em uma escola e concluir os estudos. Ele está na segunda etapa do programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA), na escola estadual de ensino fundamental Adolfina Zamprogno, no bairro onde mora.

Há dois anos, quando voltou a estudar, se separou da esposa com quem viveu por 20 anos. Segundo Vital, foram problemas do casal que levaram ao fim do relacionamento. "Não tenho vícios, nunca fui agressivo, apenas não deu certo", contou.

O aposentado é pai de dois filhos que moram em Minas Gerais e, há mais de 40 anos, não os vê. "Espero que eles estejam bem e que tenham aproveitado a melhor fase para estudar, coisa que não deu para eu fazer. Infelizmente, hoje, não posso dar boas condições de vida para eles, porque não estudei", desabafou.

O estudante disse que vai intensificar sua dedicação ao inglês. "Não é me gabando, mas sou muito bom em matemática. Embora tenho ido bem em biologia. Até o Enem de 2013, quero ficar bem preparado e fazer uma prova tranquila.

Fonte: G1