Igreja Católica aposta em novo megatemplo para 100 mil pessoas

A obra segue a tendência da ala carismática da igreja, como o movimento Canção Nova.

Quinze anos após surgir como fenômeno católico, Marcelo Rossi, 44, está perto do mais importante projeto da sua carreira de padre-cantor. Até dezembro, ele espera celebrar a 1ª missa na igreja que tenta erguer desde 2006 na zona sul de São Paulo.



Chamado de Santuário Theotókos ("Mãe de Deus" em grego), o espaço poderá receber até 100 mil pessoas --o maior em capacidade da Igreja Católica no país.

A obra segue a tendência da ala carismática da igreja, como o movimento Canção Nova, que tem estrutura própria e um centro de evangelização para 70 mil pessoas em Cachoeira Paulista (SP).

O santuário é feito com o dinheiro que Marcelo Rossi recebe de doações e de seus produtos. Mesmo com a vendas dos 10 milhões de discos e das 4 milhões de cópias de seu livro "Agapé", a construção se arrasta há seis anos.

Fonte: Folha.com