Incêndio no RS acende alerta em casas de show de THE

Incêndio no RS acende alerta em casas de show de THE

De acordo com a capitã Najra Nunes, todas as casas noturnas de Teresina devem possuir um atestado de regularidade.

A madrugada deste domingo, dia 27 de janeiro, foi marcada por um grande incêndio ocorrido na boate Kiss, em Santa Maria, Região Central do Rio Grande do Sul. A tragédia deixou pelo menos 233 mortos, segundo a Brigada Militar, e o resgate dos corpos no local do incêndio foi concluído no final da manhã

de domingo. De acordo com informações divulgadas na imprensa durante todo o domingo, pelo menos outras 100 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para atendimento em hospitais da região.

O país inteiro amanheceu comovido e em luto pelo que aconteceu aos jovens que participavam da festa que reunia universitários - a maioria estudantes da Universidade Federal de Santa Maria - dos cursos de Pedagogia, Agronomia, Medicina Veterinária, Zootecnia e dois cursos técnicos. O número total de

vítimas fatais e de feridos ainda é desconhecido e a tragédia serve como um alerta para a maior fiscalização desses estabelecimentos em relação às normas de segurança.

De acordo com a legislação em vigor, casas de show e todo e qualquer estabelecimento, principalmente

aqueles que recebem uma grande quantidade de público, devem estar preparados para a possibilidade de incêndios. Isso deve ser observado pelas pessoas que frequentam os locais e fiscalizado de forma rotineira pelos órgãos competentes.

Teresina é uma cidade com uma população flutuante de mais de 1 milhão de habitantes e assim como

Santa Maria (RS), tem uma população composta de muitos jovens universitários que estão na cidade para estudar. Fato este que movimenta a noite e anima empresários de casas noturnas que

produzem festas e shows como opção de entretenimento e lazer para este público.

De acordo com a capitã Najra Nunes, relações-públicas do Corpo de Bombeiros na capital, todas as casas noturnas de Teresina - que recebem centenas de pessoas a cada feriado ou fim de semana - devem possuir um atestado de regularidade emitido pelo Corpo de Bombeiros.

?Nessa inspeção inicial, que deve ser feita antes de o estabelecimento começar a funcionar, observamos toda a conformidade do projeto que deve contar com saídas de emergência adequadas, extintores de incêndio, pisos antiderrapentes e avaliar se há a necessidade de que seja solicitado um hidrante próximo para ter acesso à água?, explica.

De posse desse certificado de regularidade do Corpo de Bombeiros e de outras conformidades é que a Prefeitura pode emitir o Alvará de Funcionamento destes estabelecimentos no que se refere às questões de segurança. No entanto, a capitã alerta ainda que, ?todos nós do Corpo de Bombeiros,

mesmo em folga ou lazer, já temos o hábito de entrar em um local e verificarmos certos elementos que não podem faltar em hipótese alguma. As pessoas comuns, mesmo estando relaxadas e indo a essas casas para se divertir, devem também ficar atentas. O cuidado de observar os itens essenciais de segurança é fundamental?, enfatiza.

Fonte: Marcilany Rodrigues