Incêndios destroem 12 casas e atingem seis povoados em União

O incêndio começou às 07h de terça-feira.

Incêndios iniciados às 7h de terça-feira e que ainda continuam na zona rural de União (70 km de Teresina) destruíram 12 casas e atingiram seis povoados.

“A situação não é boa, é de desespero porque o Corpo de Bombeiros informou que não pode ir para União porque tem muitos incêndios em Teresina e o fogo está destruindo as casas, não está sobrando nada e os moradores é que estão cortando as palmeiras´para que o fogo não ser alastre mais ainda”, falou a dona de casa Maria Lúcia, informando que está fazendo uma campanha de arrecadação de roupas, alimentos e utensílios domésticos porque as famílias perderam tudo.

Foram destruídos dento das casas fogões, geladeiras, camas e armários. Uma pessoa está desaparecida, mas os moradores do povoado Terras Duras acreditam que possa ter ido combater fogo em povoados próximos.

O incêndio se alastrou pelo povoado Buriti Alegre, a 12 quilômetros do centro de União, pelo povoados Terra Duras, onde quatro casas de famílias foram incendiadas e os moradores estão saindo de suas casas e retirando os móveis para que também não sejam atingidos pelos incêndios; pelo povoado Pedra Branca e Tabocas.

Foram destruídas as casas dos agricultores Benício e Vicente Daniel e o chão ficou todo limpo no povoado Pedra Branca por causa do fogo.

“O estrago foi grande e a preocupação de todo é o vento da "pororoca" porque as palmeiras demoram muito para se apagar. Os carros-pipas da Prefeitura de União não têm a estrutura de apagar incêndio, os focos no chão apagaram, mas o perigo é nas palmeiras, que sempre passam de uma para oito e dez palmeiras queimadas e o fogo continua se alastrando e aumentando. Triste , triste mesmo com toda essa situação”, falou Maria Lúcia.

O fogo começou às 7h de terça-feira, quando começaram a limpeza do Cemitério de Buriti Alegre, para o Dia de Finados. Acumularam os resíduos do cemitérios, inclusive folhas e galhos secos e atearam fogo e houve um redemoinho e o fogo foi se espalhando pelas palhas.

O fogo tomou grandes proporções e fugiu do controle e os voluntários envolvidos na construção do muro do cemitério não conseguiram controlar o fogo, que se espalhou para outros povoados.

“Muita gente se desesperou chorando, passando mal. Como está ventando muito parece que o fogo atraia o vento. Toda a população está cortando as palmeiras, mas o fogo e as faíscas se espalharam”, falou Maria Lúcia.

Como ia começar a construção de uma estrada que corta o povoado Buriti Alegre e vai para o povoado Terra Dura, o trator que estava no local está derrubando as palmeiras na tentativa que de os incêndios não se espalhem por outros povoados, destruindo casas e deixando mais famílias desabrigadas.

Na tarde de domingo, surgiram novos casos de incêndios nos povoados Chaparal, e Divinópolis, na zona rural de União.   

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Efrém Ribeiro