Indonésio afirma ter 145 anos e assegura que só quer morrer

Ele disse que nasceu em 1870, e mostrou documento oficial

O indonésio identificado como Sodimejo garante que nasceu em 31 de dezembro de 1870 em Sragen, região oriental da província de Java Central e mostra seu documento de identidade para provar o que diz.

Segundo divulgações na imprensa local, se confirmado a idade de 145 anos do indonésio, ele será o homem mais velho do mundo e a publicação diz que ele só deseja uma coisa, morrer.

Sodimejo, mais conhecido como Mbath Gotho assegurou: "Eu só quero morrer". Ele não consegue se movimentar há três meses, precisa de ajuda para se alimentar e para o asseio, e tem como única distração ouvir rádio, já que sua visão não lhe permite assitir televisão.

O indonésio nasceu nasceu no ano em que se aboliu na Indonésia o sistema de cultivos forçados, pelo qual os camponeses eram obrigados a trabalhar em plantações do governo colonial holandês dois meses por ano.


 Sodimejo pode ser o homem mais velho do mundo
Sodimejo pode ser o homem mais velho do mundo


Sodimejo nasceu quando ainda existiam as Índias Orientais Holandesas, viveu o despertar nacional, a Segunda Guerra Mundial, a independência (1945), a era Sukarno (1945-1965), o regime de Suharto (1967-1998) e a nova etapa democrática.

O possivelmente homem mais velho do mundo tem seu túmulo preparado desde 1992.

Segundo o Guinness World Records, o homem mais velho do mundo ainda vivo é Israel Kristal, de Haifa, que nasceu na Polônia em 15 de setembro de 1903.

Fonte: Uol