Inep atualiza lista e escola piauiense perde o 1º lugar no Enem

Erro no sistema havia deixado escola carioca sem nota

Uma escola particular do Rio de Janeiro passou a ocupar a primeira posição na lista das melhores notas médias de redação no Enem 2015, após uma atualização dos dados. A escola particular Cemp Ensino Médio passou a figurar com 930 pontos, nota média obtida por seus 10 alunos que participaram do exame. 

Com a alteração, o Instituto Educacional São José, unidade Mocambinho, de Teresina perdeu o primeiro lugar no ranking nacional. Os 17 alunos da escola da zona norte da capital tiraram 920 pontos. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), escola carioca não teve as notas incluídas por um erro do colégio na hora de preencher dados cadastrais de um dos seus alunos. A escola teresinense passou a ter a segunda melhor nota média. 

Como só dez alunos do Cemp Ensino Médio fizeram o Enem, quantidade mínima exigida pelo MEC para divulgação das médias, o problema em uma das inscrições fez com que a escola ficasse sem nota, pois não havia quórum suficiente para o cálculo. O problema foi corrigido após um recurso da escola ao Inep. O Inep confirmou o problema, e negou que tenha havido erro do ministério.

Piauienses superam em outro critério

Apesar da nota 930 pontos obtida pelos 10 alunos da escola carioca, ela ficaria em posição inferior na lista se a comparação fosse feita por outro critério que consideram apenas as notas dos melhores alunos de cada instituição.

O Instituto Dom Barreto, também de Teresina, obteve média geral de 897,42. Entretanto, a escola privada tem 129 alunos, dos quais 124 fizeram a prova. Se consideradas apenas as notas dos 30 melhores alunos, o Instituto Dom Barreto alcançou média 968,67, a mais alta na lista.

Enem 2015 (Crédito: Reprodução)
Enem 2015 (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1