Infestação do Aedes aegypti preocupa autoridades de saúde

Para realizar o trabalho de controle da população do mosquito, a FMS dividiu a capital em 10 estados

> O aumento no número de criadouros do mosquito transmissor da dengue em

> Teresina no mês de janeiro deste ano em relação ao mesmo período de

> 2009 preocupa as autoridades sanitárias do município. De acordo com o

> resultado do Levantamento de Índice Rápido (Lira), utilizado pela

> Prefeitura de Teresina, a infestação do Aedes aegypti é verificada em

> praticamente todas as regiões da cidade, levando a Fundação Municipal

> de Saúde (FMS) a intensificar as ações de combate e a alertar a

> população para aumentar os cuidados contra um possível surto da

> doença.

> Para realizar o trabalho de controle da população do mosquito, a FMS

> dividiu o município em dez estratos, constatando que a região central

> é a que apresenta o maior índice de infestação predial ? 3,3% em

> janeiro de 2009 e 4,1% em janeiro de 2010 ?, seguida de várias

> comunidades localizadas em todas as zonas da cidade.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte