Início de aulas atrasa dois meses por indefinição no nome da escola

Situação ocorre em um dos bairros mais carentes de Caxias. Prédio é novo e foi construído em uma antiga invasão.

Uma escola pública do município de Caxias começou o ano letivo com dois meses de atraso. O motivo teria sido a demora para decidir o nome da escola, construída em um dos bairros mais carentes da cidade.

O prédio é novo e foi construído numa antiga invasão, hoje bairro Luíza Queiroz, onde moram mais de duas mil famílias carentes. Foram 12 anos de espera até que o sonho de ter uma escola de verdade fosse realizado.

Mas há um fato que preocupa os pais de aluno. As aulas começaram com mais de dois meses de atraso, na última segunda-feira (8). Cada político que diz ter ajudado a trazer a escola para o bairro quis escolher um nome.

Muito tempo atrás, em 2002, quando fizeram a primeira planta, seria escola Luíza Queiroz. Mudou o prefeito outro nome: Maria Luíza. Outra administração, mais uma mudança: Evangelista José da Silva, tio do então vice-prefeito.

Mas os moradores queriam mesmo era colégio Firmo Félix Ferreira, ex-posseiro da área. Em meio ao impasse, os pais de alunos pressionaram pelo início das aulas, na escola ainda sem nome.

Os diretores da escola não quiseram receber a reportagem para explicar como vai ficar o ano letivo dos alunos.

Fonte: G1