INSS suspende auxílio-doença de mulher após fotos no facebook

Ela passou a receber ajuda após depressão grave

O INSS cortou o auxílio-doença de uma mulher que recebia o benefício por depressão grave após ela ter postado fotos de passeios do Facebook.De acordo com o Conjur, em 2013 um perito atestou que ela apresentava depressão grave e a declarou incapaz de trabalhar.

O lado foi reafirmado em abril de 2014, por outro médico que estendeu o benefício por mais três meses.Durante este período, entre abril e julho de 2014, a trabalhadora postou no Facebook fotos de passeios em cachoeiras, acompanhadas de frases como "não estou me aguentando de tanta felicidade" e "obrigada senhor, este ano está mais que maravilhoso".

As fotos foram utilizadas pela Advocacia-Geral da União como prova de que o estado de saúde da segurada não correspondia aos sintomas da depressão. Diante das fotografias, o perito reviu o laudo e o benefício da trabalhadora foi retirado.

"Entendemos que uma pessoa com um quadro depressivo grave não apresentaria condições psíquicas para realizar passeios, emitir frases de otimismo, entre outros. Portanto, consideramos que a paciente apresentou cessada sua incapacidade após o exame pericial", declarou o perito em comunicado.


Fonte: Brasil Post