Instituições se mobilizam em defesa do rio Parnaíba; veja!

A Sexta Jurídica é uma realização da Justiça Federal do Piauí

Estão abertas até o dia 23 de novembro, pelo site da Justiça Federal do Piauí (www.jfpi.jus.br), as inscrições gratuitas para a Sexta Jurídica com o tema Direito das Águas: Gestão de Recursos Hídricos, que tem por objetivo discutir a gestão do rio Parnaíba e articular a criação do Comitê da Bacia do Rio Parnaíba. O evento acontece dia 25 de novembro, às 9h, no auditório da Justiça Federal do Piauí. A organização do evento recomenda que os participantes doem 1kg de alimentos não perecíveis, que serão entregues a instituições que cuidam de pessoas em vulnerabilidade social.

A Sexta Jurídica com o tema Direito das Águas: Gestão de Recursos Hídricos terá a participação do coordenador geral do Fórum Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas, Lupércio Ziroldo Antônio, e do gerente de Gestão de Recursos Hídricos da Agência Nacional das Águas (ANA), Nelson Neto de Freitas, que apresentarão experiências exitosas na gestão de recursos hídricos.

A Sexta Jurídica é uma realização da Justiça Federal do Piauí, em parceria com a rede CENAJUS, a Agespisa e as demais instituições já mobilizadas para a criação da Comissão Interinstitucional Pró Comitê da Bacia Hidrográfica do Parnaíba: Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAR), OAB/PI, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA/PI), Ministério Público Estadual do Maranhão, Ministério Público do Trabalho no Piauí, Associação dos Engenheiros Agrônomos do Piauí (Aeapi) e Fundação Velho Monge. O evento possui patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio da Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE).

?Convidamos as bancadas federal e estadual do Piauí a se fazerem presentes nessa discussão, assim como representantes do Governo do Estado, da Prefeitura de Teresina e da Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM), além de autoridades do Ceará e do Maranhão. Destacamos também a importância da participação da sociedade civil, estudantes e profissionais das mais diversas áreas, vez que o rio Parnaíba é um grande patrimônio não somente do Piauí, mas também do Ceará e do Maranhão. Pretendemos avançar para a criação do Comitê da Bacia do Rio Parnaíba, mas precisamos também da mobilização de toda a população dos três estados, para que criemos uma cultura de desenvolvimento sustentável, com a preservação do Parnaíba?, declarou o diretor do Foro da Seção Judiciária Federal do Piauí, juiz federal Carlos Augusto Pires Brandão.

Fonte: Assessoria