Integrantes de banda de pagode são presos por estupro na BA

O delegado comenta que as garotas disseram que entraram no ônibus como fãs, após o show, para registrar fotos

Dez integrantes de uma banda de pagode estão detidos desde madrugada deste domingo (26), na cidade de Ruy Barbosa, a 300 km de Salvador, depois de terem sido denunciados por duas garotas de 16 anos por estupro. O abuso teria ocorrido dentro do ônibus da banda, após show realizado em uma micareta na cidade.

O delegado Marcelo Cavalcanti afirma que as garotas acionaram a Polícia Militar, que foi até o ônibus e atuou os suspeitos em flagrante, após reconhecimento feito pelas vítimas. Caso a situação seja confirmada, eles serão enquadrados no crime de estupro, cuja pena é reclusão varia entre seis a dez anos.

O delegado comenta que as garotas disseram que entraram no ônibus como fãs, após o show, para registrar fotos e pegar autógrafos dos músicos. Tanto os suspeitos quanto as vítimas já foram ouvidos em depoimento. "Dois [da banda] disseram que o sexo foi consensual. Outros negaram participação. Na narrativa delas, enquanto um segurava, outro praticava o sexo", afirma o delegado. Elas afirmaram que o abuso foi cometido dentro do banheiro do veículo, em dupla.

As adolescentes foram conduzidas para fazer exames de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana e depois levadas para as suas casas, na cidade de Itaberaba. Elas são acompanhadas por um representante do Conselho Tutelar. O delegado aguarda o laudo pericial do exame para confirmar se houve ou não o crime.

Um advogado do grupo já se apresentou à unidade de polícia, segundo o delegado.

Fonte: G1